Uma em Três

09:17 Net Esportes 8 Comments

O melhor da atualidade contra o melhor da história, Roger Federer e Pete Sampras realizaram 3 jogos-exibição nesta semana e o norte-americano de 36 anos, 10 a mais que o suiço, conseguiu uma vitória contra duas de Federer, os jogos aconteceram em Seul, Kuala Lumpur e Macau.

Descartando a mais remota das possibilidades de retornar ao circuito, Sampras entrou disposto no primeiro jogo realizado na terça-feira, ficou feliz e satisfeito por considerar que pelo menos havia feito Federer correr bastante, mas acabou sendo facilmente superado por 2 sets a 0, parciais de 6-4 e 6-3. Já na segunda partida realizada na Malásia, o norte-americano melhorou bastante e deu muito mais trabalho para seu oponente porém não conseguiu evitar a derrota mais uma vez, novamente 2 a 0, parciais de 7-6 (8-6) e 7-6 (7-5).

Neste sábado Pete Sampras enfim conseguiu ser melhor que Federer e fez um jogo perfeito lembrando seus bons tempos de antigamente, marcou 2 sets a 0, com parciais de 7-6 (10-8) e 6-4 sem sofrer nenhum break point, e após o jogo não poupou elogios ao suiço - "Ele é um grande, grande jogador. Ele faz coisas em seu jogo que eu não conseguiria fazer", afirmou o norte-americano. A resposta de Federer porém veio irônica - "Foi difícil bater o meu ídolo nas duas últimas vezes. Estou feliz que ele tenha conseguido me vencer pelo menos uma".

Sampras ainda possui o recorde de títulos de Grand Slam com 14, tem 5 Masters Cup e 64 títulos na carreira, mas Roger Federer com 26 anos e na plenitude da sua forma física tem tudo para superar o tenista norte-americano e se tornar sem dúvida o maior da história, hoje ele conta com 12 Grand Slam, 4 Masters Cup e 53 títulos no total. Em jogos oficiais os dois tenistas haviam se enfrentado apenas uma vez em Wimbledon, no ano de 2001 com triunfo do suiço. (Foto: Kin Cheung/AP)

8 comentários:

Felipe Rangel disse...

Que beleza de encontro! Dois dos maiores tenistas de todos os tempos.

Imaginemos um encontro do suíço com o Sampras no auge.

Seria um duelo dos mais memoráveis.

Priscilla Bar disse...

Q jogao!!!E q raiva esse Federer...nem sua!!!rs

Beijos

Felipe disse...

O mais bonito desse jogo foi ver que a superação de caras como o Sampras é muito possível no esporte. E apesar de o esporte cada dia desenvolver-se mais, ficar a cada dia mais disputado, caras com idades muito superiores e vigor fisico, em teoria menor, conseguem superar-se através da paixão pelo esporte. Muito bacana mesmo. Uma que vale mil !!!

Sampras mostrou que é um grande campeão mesmo. É verdade que o Federer não jogou tudo o que poderia na última partida. De qualquer maneira, ter vencido o suíço mesmo estando aposentado há tanto tempo foi um grande feito para "Pistol Pete"!

Grande abraço!

Gustavo Coelho

Raissa Póvoa disse...

Sampras poderia perfeitamente voltar a jogar. Pelo que vi dos jogos está em forma, e se voltasse ao circuito não teria nenhuma dificuldade em ficar entre os 10 no ranking!!

Vinicius Grissi disse...

Fiquei tão alienado nos últimos dias que nem fiquei sabendo do jogo. Uma pena! Tá aí uma partida que gostaria muito de ter visto...

Carlão Azul disse...

O momento é mesmo de Federer, embora Sampras seja um ícono do tênis mundial...

Sds. Celestes

SITE/BLOG
Sou Cruzeirense-Site
Sou Cruzeirense-Blog
ENTREM E SINTAM-SE A VONTADE

... Raphael disse...

Acho que devia voltar a jogar ... uma coisa é certa ... vergonha n vai passar !!

Abraço