Derrota histórica

08:43 Net Esportes 11 Comments

Em excursão pelos EUA, para passear provavelmente, a Seleção Brasileira de futebol conseguiu na semana passada uma vitória histórica ao derrotar o Canadá por 3 a 2 pela primeira vez em três jogos, mas na noite de ontem conseguiu o que poderia parecer impossível, perdeu para a Venezuela pela primeira vez na história, em um 2 a 0 contundente.

As partidas eram de preparação para dois jogos importantes das eliminatórias da Copa, mas o técnico Dunga mudou quase toda a equipe no segundo jogo, mantendo apenas dois titulares que enfrentaram o Canadá, assim o Brasil subestimou a capacidade venezuelana achando que pode fazer vários testes, como se estivesse treinando, e deu vexame.

Ao longo da história do confronto que começou em 1969, o Brasil jamais havia sequer empatado com a Venezuela, tida como uma das equipes mais fracas da América do Sul, foram 17 vitórias em 17 jogos, um total de 78 gols marcados nas diversas goleadas, começou a sofrer gols apenas em 1993 e foram poucos até hoje, mas o time do país vizinho evoluiu bastante e fez o futebol passar a concorrer com outros esportes populares, e ontem veio a recompensa.

A comemoração do triunfo venezuelano que teve gols de Maldonado e Vargas se equivale talvez à uma conquista de título, festa para eles e tristeza para a maioria dos 50 mil espectadores que estiveram no Gillette Stadium, em Boston. Sinal de amarelo de muita preocupação para a equipe de Dunga, que sofreu seu terceiro revés deste que assumiu o comando do Brasil e terá pela frente Paraguai e Argentina. (Foto: Stephan Savoia/AP)

- ELIMINATÓRIAS

11 comentários:

Daniel Leite disse...

Uma fanfarrice o jogo da Seleção! O time escalado por Dunga até me agradou, mas a forma apática com que jogaram foi terrível. Como já se indignava o Galvão Bueno, perder para Venezuela, por 2 a 0, já é demais. E poderia ter sofrido mais gols.

Como disse, o futebol venezuelano evoluiu muito. Mas não pode ser equivalente ou melhor que o Brasil em nenhuma situação.

Até mais!

Ted Fernandes disse...

Meu botafogo perdeu, brasil perdeu

Acho que minha esperança de vitória esportiva ta na Formula 1

kkkkkkkkkk..

Abraço

http://fullnetwork.blogspot.com

sangue-sugas § disse...

cara sabe a diferença de uma latinha de merda e a nossa seleção brasileira?
A latinha!
o dia que estes babacas tirar o estrelismo do peito e jogar pela raç a te garanto que seremos o melhor do mundo sem comparação.

http://mp4pontocom.blogspot.com/
baixe o seu cd preferido ate com internet discada.

Marcus Vinicius disse...

qndo eh q vão perceber q esse tecnico não eh de nada?
qndo o Brasil não se classificar pra copa?
ai ai ai ai
sei não heim.

Paulo disse...

Perdeu e foi bem feito.


Gostaria de faezr parceria?
http://zerozerodez.blogspot.com

Vlado disse...

Enquanto o Dunga estiver na seleção, o futebol brasileiro não estara representado. Dunga é treinador para seleções como Iralanda, Escócia, Nova Zelandia e etc...Aqui a gente joga com bola no chão e faz os adversários correrem atras. Fora Dunga! e fora Ricardo Teixera !

Marcelo disse...

Acho que fizeram uma tempestade em copo d'água. O jogo foi uma peladinha para ver qual era da seleção... e foi mal. Agora muda. A imprensa trata como se fosse uma final de mundial perdida pelo Brasil.

Euzer Lopes disse...

Isto não foi uma derrota histórica... Histórica foi a apatia dos jogadores... Histórica e cínica, eu diria

ED CAVALCANTE disse...

É AQUELA COISA DA ARROGANCIA DO BRASIL. BOA ESSA DERROTA, TALVEZ ELES PONHAM OS PÉS NO CHÃO AGORA!

blog disse...

Só discordo sobre "vitória histórica". Não há qualquer tradição futebolística canadense, de modo que vencer esse pífio time não é um feito histórico.
A incompetência era do Brasil.

Um vexame perder para a Venezuela. E depois, ainda arrogantemente, os jogadores brasileiros disseram: "Nem sempre o melhor ganha".
Melhor?

Abraço, camarada.

Net responde disse...

Obrigado a todos pelos comentários.

@Marcelo: Uma Seleção Brasileira com a tradição e história que tem não se pode dar ao luxo de fazer testes e dar vexame desse jeito, o jogo não tem importância mas a partir do momento que perdeu pela 1ª vez na história passou a ser muito importante, pois fica marcado.

@blog Grijó: O termo histórico no caso do Canadá é porque marca a 1ª vez que o Brasil enfim venceu o adversário, foram apenas 3 jogos mas é porque fica marcado e registrado, não é um feito histórico, é uma marca que fica registrada, assim como a derrota pra Venezuela.

Abraços