Derrota e revolta

10:06 Net Esportes 3 Comments

No pódio o italiano Andrea Minguzzi quebra o protocolo e beija no rosto uma chinesa durante a cerimônia de premiação, ele faturou a medalha de ouro na luta greco-remona ao derrotar o húngaro Zoltan Fodor na final da cetegoria até 84 kg, antes porém acabou causando grande revolta no sueco Ara Abrahamian, que protestou no final.

Derrotado na semifinal pelo italiano, Abrahamian gritou com o juiz suíço Jean-Marc Petoud enquanto seu técnico dizia - "É tudo política", saiu sem falar com os repórteres e sob grande vaia do público, voltou para disputar o bronze, venceu o francês Melonin Noumonvi mas mostrou em seguida que pouco se importava com a terceira colocação.

Abrahamian então desceu do pódio e colocou a medalha de bronze no chão em protesto, sem razão ou não pela derrota na semifinal, o sueco ignorou o espírito olímpico e rejeitou uma medalha que para muitos é vista até como vitória, alheio à revolta do lutador sueco, o cubano Mijain Lopez tratou de fazer sua parte na categoria até 120 Kg, e deu o primeiro ouro ao seu país em Pequim. (Foto: Oleg Popov/Reuters)

-
PEQUIM 2008

3 comentários:

ED CAVALCANTE disse...

NÃO SEI SE É PORQUE EU NÃO SOU ATLETA, MAS ACHO QUE O CARA FEZ O QUE TIHA QUE FAZER. ERA O QUE O BRASILEIRO DEVERIA TER FEITO NO JUDÔ E ERA O QUE EU FARIA SE ME SENTISSE ROUBADO!

Marcos Garcia disse...

Que foda, tanta gente se matando por uma medalhinha, e o cara trata com despreso a que conquistou.

Natanael Garcia disse...

As chinesinhas não gostam de beijinho não rsrsrsrs. Atitude ridículaa do atleta.