Senna e a Fórmula 1

10:50 Net Esportes 14 Comments

Ela nasceu para tê-lo e ele nasceu para estar nela, a ligação entre Ayrton Senna e a Fórmula 1 foi intensa desde o dia que o brasileiro entrou na categoria até o dia que saiu de cena de forma trágica, para muitos as corridas nunca mais foram e nunca mais serão as mesmas, mas para outro Senna, o Bruno, que é sobrinho do tricampeão, o objetivo de seguir a trajetória do tio se tornou realidade, e o sonho de entrar na principal disputa do automobilismo pode estar para acontecer.

Quando em domingo qualquer, em um almoço de família, Ayrton brincava com Bruno fazendo 'chifrinho' durante uma foto, o jovem garoto nem pensava que um dia teria essa grande oportunidade, abalado pela morte do tio ele acabou ficando por volta de dez anos afastado das corridas, mas resolveu voltar às competições e conseguiu o vice-campeonato da GP2 em 2008, onde obteve duas vitórias e marcou 64 pontos.

Boatos pra lá e boatos pra cá, várias equipes querem Senna mas ele acaba ficando próximo da Honda, apesar dos discursos do seu compatriota Barrichello que não tinha planos de se aposentar. O pior acontece quando a Honda sucumbe à crise financeira mundial e fecha as portas, depois volta atrás dizendo que está à venda, e agora a grande surpresa: com outro nome, apoio financeiro de Bernie Eclstone e motor Mercedes, a equipe estará alinhada no grid do GP da Austrália, primeira etapa da temporada 2009.

O recordista de GP´s disputados Rubens Barrichello e outro brasileiro, Lucas Di Grassi, devem mesmo ficar fora da Fórmula 1, que parece estar vendo de fato o retorno do nome Senna nas pistas de seus circuitos, mas a esperança de ver grandes duelos, grandes vitórias e emoções que o velho Ayrton fazia, são pequenas, já que Bruno tem pouco tempo de experiência, e estará correndo em uma equipe com poucos recursos, pouco tempo para testes e ainda as incertezas se estará mesmo de volta e como estará, caso realmente esteja. (Foto: Arquivo Pessoal)

14 comentários:

Mirelly Monteiro disse...

que nostalgiaa.. me fez lembrar do dia da trágica notícia. Eu tava voltando do mercado com minha mãe. rs Mas sério, espero que o sobrinho dele preencha nossas expectativas.
=)
ótimo post

Michell Niero disse...

Para mim realmente é uma surpresa. Recebi a notícia da "volta" da Honda pelo seu blog, rsrsrs

Creio que Senna foi um bom piloto, mas antes qualquer coisa ele foi um dos primeiros a se preocupar a ter uma boa imagem frente ao público. É um exemplo de marketing pessoal, coisa que pilotos tão bons quanto não tiveram.

Como nem sempre torço pro moçinho, gostava também do jeito desbocado do Piquet. Ele foi um grande maldito no circo da F-1, mas foi também, na sua época um grande piloto, apesar das malandragens que fazia.

A volta do nome Senna,para mim, nada mais é do que uma jogada promocional e que vai, certamente, encher os bolsos dos patrocinadores de grana. O moleque vai penar muito, assim como o Nelsinho. Vai ser cobrado, e com razão, pois ele está sendo jogados aos leões antes do tempo.

Um abraço

Leo Pinheiro disse...

Eu sou um dos que pararam de acompanhar a Fórmula 1. É dificil de acreditar até hj...

Seria um novo Sena o que faltava para a os brasileiros se envolver com o esporte novamente?

OFF POST
APAREÇA NO CRI-CRÍTICO INDEPENDENTE DE JOGUINHOS...

EU, POR EX, NÃO POSTEI ABX DE VC HJ E ESTOU AQUI! ABÇ

eterno idolo...
o melhor q eu vi correr!!

Acho que o Senna foi o Senna... E o sobrinho dele não deve tentar ser o seu tio... mas sim si próprio... Porque por mais que ele se espelhe em seu tio... Quando todo dia der uma olhada no espelho... Sempre vai ser ele, nunca o Tio

PequenAprendiz disse...

Na verdade existe muita expectativa sobre o Bruno por ser quem é.
O fato de seu tio ter sido o melhor, não é sinônimo de que será também.
Vamos ver o que vem por aí.

Abraços!

http://www.pequen4prendiz.blogspot.com/

alemdacurva disse...

Também não sabia da volta da Honda, andei esquecido de acompanhar a F-1 esses dias, mesmo sendo umas das minhas paixões.
Tenho muita curiosidade pra ver o Bruno correndo, ele vai trazer toda a nostalgia do nome Senna, que faz falta pra quem viu(não tive o prazer).
Texto nostálgico, ótimo pra se ler. Até quem não conheceu o Senna se emociona.

Tatiana :D disse...

Creio que ele será um bom corredor, mas não fará a mesma coisa que o tio fez. Acho melhor não colocar esperanças como uma "saga Senna".
Brasileiro adora revival... seria bom se mudassem o tema da vitória cada vez que um piloto vencesse.
Aquele é muito manjado, é do Senna.
A rede globo é burra mesmo!

Daniel Leite disse...

Incrivelmente, não sabia disso! A notícia é realmente fantástica, e é ótimo que a Honda (qual é o novo nome?) tenha voltado. Não somente pela mais-valia que proporciona à F-1, mas, principalmente, por abrir lacunas para Button (excelente, não pode ficar fora) e Senna, a quem queremos conhecer e para quem desejamos torcer.

Até mais!

Vinicius Grissi disse...

Torço muito pelo Bruno. Até porque, o Senna é um dos meus maiores ídolos no esporte. O melhor da F1 em todos os tempos, por mais que Schumacher tenha sido fantástico. Rola um patriotismo nessa opinião.

Leandrus disse...

Bom saber que a Honda está quase de volta. Tomara que isso se concretize. Mas sinceramente, espero muito pouco do Bruno nessa primeira temporada (se ele estrear mesmo esse ano), até porque acho que ele está um pouco cru para a F-1, vi muitos erros bobos dele na GP2 e quase perdeu o vice-campeonato para o Di Grassi mesmo tendo corrido mais vezes. É bom ninguém ficar com a ilusão de que teremos um novo campeão: é preciso tempo (viu o quanto Nelsinho sofreu para se adaptar ano passado?) e esse carro da Honda parece estar atrasado em relação aos demais, talvez corra até pra fazer número no inicio.

Ateh!

Net Esportes disse...

Obrigado a todos pelos comentários.

@Daniel: Não tem nome ainda Daniel, é tudo meio especulativo, mas como foi do site Grand Prix, que tem grande credibilidade, a coisa deve realmente acontecer.

Wagner L. Moreno disse...

belissima lembrança desse nosso eterno idolo!

http://infocasa.blogspot.com

Camila Paulos disse...

Ai que saudade...