Mais do que merecido

09:39 Net Esportes 7 Comments

O maior jogador de todos os tempos, uma lenda viva que mudou os rumos de uma equipe, um atleta marcou história na NBA enfim tem seu nome imortalizado no Hall da Fama do basquete, a eleição de Michael Jordan era só uma questão de tempo e mera formalidade, mas apesar de ter demorado um pouco, veio em um dia especial, no dia em que a Universidade North Carolina, onde ele foi revelado, levou o título da NCAA.

Agradecendo principalmente Dean Smith, treinador que o revelou, Jordan fez questão de destacar o início de carreira, ele entrou na NBA em 1984, para mudar completamente a história do Chicago Bulls, de cara garantiu o retorno do time aos playoffs, além de ter sido eleito calouro daquele ano, em jogo contra o San Antonio Spurs marcou 45 pontos, ele literalmente já voava em direção à cesta desde o começo.

Jogadas acrobáticas, malabarismos, grandes enterradas além de uma precisão incrível para arremessos de três pontos, estas foram apenas algumas das principais características de Jordan. Em 1.072 partidas ele anotou 32.292 pontos, só ficando atrás de Kareem Abdul-Jabbar e Karl Malone, mas tem a melhor média da história com 30,1 pontos por jogos, além de ter conseguido também 6.672 rebotes e 5.633 assistências.

Jogar bem e ir a todos os playoffs já era incrível para o Bulls que pouco havia feito de importante desde que foi fundado em 1966, mas Air Jordan queria mais, queria o título, e as coisas começaram a melhorar quando o técnico Phill Jacksson chegou em 1990, com mais alguns bons jogadores o troféu não demorou para vir, em 1991 venceram o Lakers na decisão, foram além, ganharam também em 1992 e 1993, para Michael Jordan era o suficiente.

Uma grande surpresa, Jordan se aposenta e vai jogar beisebol, o resultado com o bastão na mão foi um fiasco, na NBA o Bulls também sofria, perdia nos playoffs para o New York Knicks, mas faltando 20 jogos para o término da temporada seguinte, em 1995, eis que Jordan anuncia seu retorno, fortalece a equipe mas não chega ao título, perde para o Orlando Magic de Shaquille O´Neal, na série onde Jordan cometeu alguns erros em um jogo, nos minutos finais não acertou os lances livres, perdeu a bola e passou mal para Scott Pippen, talvez o número 45 na camisa fosse o problema.

Sem se abater, Jordan volta no ano seguinte mais forte do que nunca, agora com o tradicional número 23 nas costas, o resultado foi mais três títulos consecutivos, 1996, 1997 e 1998, sendo o último faturado com uma cesta que definiu a vitória por um ponto, marcada por ninguém menos que ele, Michael Jordan, que como sempre chamou a responsabilidade para si, e mais uma vez foi decisivo, perfeito e com o sexto título, se aposentou novamente.

Nada de beisebol desta vez, Jordan foi se distrair com golfe e virou empresário, foi parar no Washington Wizards e ainda voltou para mais duas temporadas por essa equipe, em 2002 e 2003, ainda dando espetáculo mas sem conseguir nem os playoffs, saiu de cena definitivamente em um jogo contra o 76ers, após converter lances livres, foi ovacionado pela torcida adversária e seria pelo mundo inteiro lá estivessem naquele dia, pois o maior jogador de todos os tempos merece, merece estar eternamente no Hall da Fama do basquete e do todo o esporte mundial. (Foto: Arquivo)

7 comentários:

Vinicius Grissi disse...

Um jogador extraordinariamente sensacional! Michael Jordan é um dos grande símbolos da plasticidade do basquete americano.

E justiça seja feita: já era considerado o melhor aqui no Net Esportes há muito tempo...

Rogerio Lima disse...

Não sou fã de Basquete, mas ouço muito falar nesse Fenômeno Mundial!!! Vi alguns trechos de sua competencia dentro de uma quadra!!!! Merecido!!!

http://poemasgoticos.blog.oi.com.br

Gisela Melloso disse...

Nossa mais que merecido mesmo, ele foi da minha geração aahahahahahahaha
Como me lembro dele fazendo as cestas de 3 pontos, e tb quando ele jogava os EUA foram chamados de Drean Time, caramba o cara merecia sim.
Lembro tb quando ele parou de jogar e foi para o beisebol, foi na mesma época do filme Space Jam.

Realmente uma lenda do Basquete que será lembrada por gerações.

Muito bom este post viu?
Fazia tempo que não vinha aqui, parabéns!!

Forte abraço

Junior disse...

Michael Jordan é phoda. o cara mto bom, ja vi alguns jogos dele, é um espetaculo a parte

Eu amo a E.Y. disse...

O cara foi fantástico! Vai demorar muito tempo para surgir outro.

Abraço!
http://eu-amo-a-ey.blogspot.com/

Edu Mendonça disse...

Pra quem não viu MJ desde o início, como eu, vale baixar na web jogos inteiros, que é quando a gente percebe que a intensidade dele era igual em toda e qualquer partida. Um monstro.

Marcel Jabbour disse...

Tenho vááários DVDs do Jordan. Inigualável, absolutamente. Perfeito na ataque e na defesa. E nos Playoffs, ninguém conseguia parar. Acho muito difícil alguém chegar aos pés dele.

Abração

diletra.blogspot.com