Menor diferença da história

17:36 Net Esportes 5 Comments

Toda terceira segunda-feira do mês de abril se comemora o Dia do Patriota, feriado nacional nos Estados Unidos, assim a cidade de Boston aproveita o momento de folga para realizar uma das maratonas mais tradicionais de todo o Mundo, a Maratona de Boston, que chegou em nada menos que sua 113ª edição neste ano, e teve em sua disputa feminina a menor diferença da história entre a primeira e a segunda colocada.

No ano passado, a etíope Dire Tune conquistou o primeiro lugar com apenas dois segundos de diferença para a segunda colocada, foi na época a menor diferença da história, mas o que ela não esperava era ver a mesma dificuldade este ano, porém provando do mesmo veneno e perdendo a disputa para a queniana Salina Kosgei, só que agora por apenas um segundo de diferença, o novo e impressionante recorde histórico.

Enquanto Kosgei comemorava a conquista inédita, Tune desmaiava no chão e teve que receber um grande atendimento médico, mas se ela não conseguiu a vitória mais uma vez, seu compatriota venceu desbancando justamente um queniano, Deriba Merga cruzou a linha de chegada com muito mais tranquilidade, acabando com o sonho de cinco conquistas, sendo quatro seguidas, do favorito Robert Cheruiyot.

Difícil imaginar que Cheruiyot não tenha se esforçado o bastante, mas por ter chegado em quinto é muito provável que tenha se poupado um pouco quando percebeu que mais uma vitória sería impossível, o mesmo não se pode dizer de Dire Tune que assim como a norte-americana Kara Goucher, terceira, vinha muito bem até o fim, mas faltou só um pouquinho, apenas um segundo, quase insignificante para 42.195m, mas muito determinante para a felizarda Salina Kosgei. (Foto: Jim Rogash/Getty Images)

5 comentários:

Thiago disse...

Vi o final da corrida.
Foi sensacional!
Esta é a maratona mais antiga do mundo e uma das mais disputadas também.

Leandrus disse...

Também vi o final da prova enquanto via o Bate-Bola na ESPN e fiquei muito surpreso, que final sensacional! Como não acompanho maratonas, pode até ter acontecido mais vezes, mas nunca pensei em ver um final tão disputado assim!

Ateh!

Na verdade, esta é a segunda maratona mais antiga do mundo. Sua primeira edição foi em 1897, menos de um ano depois da maratona olimpica dos Jogos de Atenas ganha por Spiridou Louis.
A prova de Boston é um evento magnífico e não perde em nada para corridas de longa distancia mais famosas como NY e Berlin (estas ainda mais badaladas mercadologicamente). Só uma curiosidade: vendo os resultados deste ano, dos 10 primeiros (no masculino) só um não era africano. Justamente o californiano Ryan Hall. Os outros eram todos ou quenianos (5) ou etiopes (4). No feminino, uma superioridade um pouco menos: seis africanas entre as 10 ponteiras. O talento resistente dos corredores da África negra é realmente inconteste.
Abraços

Vinicius Grissi disse...

113 edições. Tradicional é pouco!

E o final deve ter sido mesmo pra lá de emocionante, com uma diferença assim tão mínima para uma maratona!

Loucos por F-1 disse...

Não tive a oportunidade de assistir este final de maratona, mas tenho certeza que foi emocionante.

Net Esportes, vc é líder do bolão junto com o Daniel Leite.

Abraço!

Leandro Montianele