Tristeza no atletismo

09:09 Net Esportes 3 Comments

Já estavam todos fazendo aclimatação nos arredores de Berlim desde a semana passada, a expectativa de participar do Mundial de Atletismo na Alemanha só aumentava a cada dia, mas infelizmente para cinco brasileiros o sonho de uma medalha acabou antes do esperado, no dia mais trsite do atletismo nacional os cinco foram flagrados no exame anti-doping, teste positivo para a velha conhecida substância EPO, ficam pasmos, incrédulos, serão eles inocentes ou culpados?

Aminoácidos estão presentes no corpo e quantidades pequenas podem não ser caracterizada como doping no exame, mas será que é mesmo preciso duas injeções na barriga para injetar aminoácidos nos atletas? será que o atleta é tão inocente para deixar que lhe seja aplicada qualquer substância que por hora ele não tem nem certeza do que é? ou será que o atleta confia demais nos que estão a sua volta, será que o atleta confia demais no fisiologista, no seu grande e profissional técnico?

Ele foi o responsável pela equipe do revezamento 4 x 100m masculino e tem no currículo duas medalhas olímpicas (bronze em Atlanta-1996 e prata em Sydney-2000), além de um vice-campeonato mundial e três títulos dos Jogos Pan-Americanos, este é Jayme Netto, o comandante da equipe de Bragança Paulista, o homem que assumiu toda a responsabilidade pelo doping dos cinco atletas, alegando que o fisiologista indicou a injeção e que, por pura inocência, acreditava que a quantidade não seria detectada no exame.

Lucimar Teodoro recentemente flagrada no Troféu Brasil do Rio de Janeiro, o famoso caso de Maurren Maggi em 2003, Rebeca Gusmão por esteróides anabolizantes e João Derly por uso de uso de diuréticos, a lista de escândalos de doping no Brasil cresce com os mais recentes flagrados Bruno Lins, Jorge Célio, Josiane Tito, Luciana França e Lucimara Silvestre, que podem ter sido grandes vítimas, mas que por outro lado foram muito inocentes em suas atitudes, deixando uma mancha triste no atletismo brasileiro que não serve de exemplo para ninguém.

3 comentários:

Vinicius Grissi disse...

Lamentável que este tipo de coisa ainda aconteça desta forma.

Duro é querer empurrar goela abaixo que os atletas não sabiam o que se passava.

Ron Groo disse...

Inexplicavém estas atitudes.
Tem mesmo que ser punidos e com rigor.

E o técnico assumiu toda a culpa.

Leandrus disse...

Acredito que não há como aceitar a desculpa de que não sabiam o que estava acontecendo. Não há como ser tão inocente a ponto de tomar injeção na barriga sem saber o que estava acontecendo.

Espero que sirva de exemplo. Não dá para aceitar a "inocência" toda vista nesse caso.