Um torneio salvador

10:57 Net Esportes 1 Comments

Com os desempenhos que vinham tendo esse ano, pouco se podia esperar delas no primeiro dia do Canadian Women’s Open, torneio de golfe feminino que está sendo disputado em Calgary, cidade mais populosa da província de Alberta, no Canadá. A campeã do ano passado foi Katherine Hull, mas ela foi mal logo de cara e fez duas tacadas acima do par, melhor para a campeã de 2007, a mexicana Lorena Ochoa que finalmente reencontrou o seu swing.

Ainda líder do ranking, Ochoa vive em 2009 um grande drama em sua carreira, foi campeã apenas duas vezes em 11 torneios que disputou, sendo que sua média de conquistas variou entre seis e oito nos três últimos anos, o que fez seus lucros ultrapassarem os U$ 4 milhões em 2007. Assim não ter ganho nem U$ 800 mil pode ser considerado um fracasso para a jogadora nessa temporada, mas o que houve para ela conseguir cinco abaixo do par no Canadá ninguém sabe.

Talvez os ares de Calgary estejam fazendo a diferença para as golfistas que não vinham muito bem este ano, o caso de Ochoa se asemelha muito ao de Suzann Pettersen, jogadora norueguesa que conseguiu cinco títulos em 2007 e jamis voltou a jogar como nessa época, nunca mais foi campeã e seus resultados só servem para mantê-la na sexta posição do ranking, bem longe do segundo lugar, posto que ocupa na competição onde conseguiu surpreendentes seis tacadas abaixo do par.

Ochoa está bem e Pettersen melhor ainda, as duas fizeram o que ninguém esperava no primeiro dia e ainda viram uma australiana fezer algo ainda mais inesperado, a bela Anna Rawson, que nunca ganhou nenhum torneio mas foi eleita a melhor novata em 2008, que ocupa a posição 162 no ranking, que ameaçou abandonar a carreira e precisou de ajuda psicológia, e que está em primeiro lugar no torneio canadense com incríveis sete abaixo do par, será que ela mantém essa força até o final ou as forças ocultas que estão 'salvando' as jogadoras escolherá outra vítima de sua própria sorte? respostas que virão apenas no final da competição. (Foto: Hunter Martin/Getty Images via PICAPP)

1 comentários:

adriano disse...

cara, não acompanho golfe, mas achop fantástico o trabalho desse povo, dedicado a precisão e a concentração... esportes individuais são fantásticos...

acho que vc poderia escrever um pouco sobre o tenis feminino, pq acho que temos a pior geração de todos os tempos, queria saber sua opinião.

abraço.