O econômico Franchitti

11:20 Net Esportes 1 Comments

Ashley Judd vibra como nunca e parece não acreditar, a atriz que protagonizou filmes como "Tempo de Matar" e "Beijos que matam", quase "morreu" do coração ao ver o seu marido faturar mais uma vez o título de campeão mundial da Fórmula Indy, e ironicamente mais uma vez vencendo da mesma forma que havia conseguido o título no ano de 2007, ou seja, economizando combustível, o escocês Dario Franchitti havia saído da categoria de forme precipitada, mas voltou, com a mesma estratégia, para ser campeão mais uma vez.
Firestone Indy 300
Em seu início de carreira Franchitti esteve em diversas categorias, até que em 1997 estreou na Indy quando ainda se chamava Champ Car, foi mal no primeiro ano mas mostrou sua força nos dois seguintes, onde conseguiu um terceiro e segundo lugar respectivamente, quando a categoria passou a se chamar IRL ele viveu maus momentos, e conseguiu alcançar a glória somente no ano de 2007, dez ano após o início, mas conseguindo um título que poucos poderiam prever, onde viu Scott Dixon ficar sem combustível na última curva da última volta, passou o adversário, venceu e ergueu sua primeira taça.

Foi inesperado mas trouxe uma felicidade imensa, finalmente havia sido campeão na Andretti Green e ainda por cima em um ano muito especial, justamente no ano em que venceu as 500 milhas de Indianápolis pela primeira vez na sua carreira, talvez tudo estivesse perfeito demais e ele então foi buscar novos deafios, saiu da Indy e foi para a NASCAR, abandonou os carros de monoposto para tentar a sorte de outra maneira, o resultado acabou sendo um fiasco, Franchitti não se adaptou ao stock sar, não conseguiu travar novos duelos com seu antigo rival Juan Pablo Montoya, teve que voltar para a Indy, e voltou com tudo.

Sem o escocês por perto, Scott Dixon tratou de ser campeão em 2008, e mesmo com Dario Franchitti agora ao seu lado na equipe Ganassi, chegou na última corrida com chances de ser o campeão mais uma vez, brigando muito mais com Ryan Briscoe da Penske, mas o destino decidiu que a história tinha que se repetir, e desta vez tanto Dixon quanto Briscoe foram ficando sem combustível, não arriscaram e fizeram o reabastecimento, abrindo caminho livre para Franchitti vencer, o econômico Dario Franchitti vence e conquista o título da Fórmula Indy pela segunda vez em sua carreira, ele saiu quando não devia e voltou com tudo na hora certa, para grande felicidade de Ashley Judd e todos os seus fãs. (Foto: Darrell Ingham/Getty Images via PicApp)

1 comentários:

Ron Groo disse...

Foi uma corrida atípica, sem bandeiras amarelas. Nunca tinha visto uma prova sem elas.

Mas Franchiti foi burocrático e ganhou. Tá ótimo, mas juro: tava torcendo pela Danica.