No banco ele não aceita

14:43 Net Esportes 6 Comments

NBA Basketballgrizzlies@lakers
Quem não se lembra do camisa de número 3 que atuava brilhantemente na equipe do Philadelphia 76ers, camisa famosa de um jogador muito popular da NBA figurada na peculiar lista das 10 mais vendidas, é ele mesmo, o polêmico Allen Iverson, jogador diferenciado, ousado, audacioso que carregou nas costas praticamente sozinho toda a equipe para a final de 2001, onde teve que amargar um vice-campeonato perdendo para o Lakers, o tempo porém passou, mas as coisas parecem que continuam muito amargas.

Altos e baixos na passagem pelo Denver Nuggets, ele não fez a diferença desta vez em sua nova equipe, outra tentativa é ir para o Detroit Pistons, a atuação acaba sendo discreta e uma lesão ainda o impede de lutar por algo melhor, o ano de 2009 chega e Iverson ainda com todas as suas tatuagens, o seu mesmo estilo de sempre e seus 34 anos de idade chegam a uma nova equipe para tentar um novo rumo, a esperança não falta, mas a falta de entrosamento com o técnico sim, a relação não da certo e ele tem uma passagem relâmpago pelo Memphis Grizzlies.

O proprietário da equipe Michael Heisley estava entusiasmadíssimo, havia feito porque não a maior contratação da história do Grizzlies, o sonho de ganhar o primeiro título não se tornou completamente possível só por isso mas quem sabe com o tempo, quem sabe se Marc Gasol jogue como o irmão e novos nomes surgem para ajudar Iverson, estava tudo perfeito mas a grande estrela se machuca e perde a pré-temporada, quando retorna leva um balde de água fria do técnico Lionel Hollins, fiando mais no banco de reservas do que na quadra como titular.

Com prêmios de novato do ano, MVP e 10 participações na All Star Game Allen Iverson não perdoa, a equipe perde e ele aproveita para reclamar logo em seu primeiro jogo - “Não tenho problema na coxa, tenho problema com a minha bunda sentada por tanto tempo no banco. Não sou um reserva" esbraveja o jogador após atuar em apenas três partidas, vai embora alegando problemas pessoais e depois de pouco tempo o time encerra o contrato e o conto-de-fadas termina, o sonho do Grizzles crescer acaba e o de Iverson dar a volta por cima também, a sua carreira pode ter um terrível fim, a não ser que alguém o aceite como titular ou ele aceite o banco dos reservas. (Foto: Newscom via PicApp)

6 comentários:

Bruno Santos disse...

Iverson entra para o enorme time dos atletas que mereciam melhor sorte. Talvez seja marrento demais.

Com 34 anos tem tempo de mostrar serviço, basta querer.

E será que se ele ficasse quetinho lá no Sixers ele não teria mais sorte hoje? Com Iguodala e Miller jogando muito e Elton Brand também, hoje ele teria mais chances de ir pruma finalde conferencia do que se ficar vagando de time em time atrás de sucesso.

"Calunia Esportiva"

Luiz Paulo Knop disse...

Acho que Iverson não soube trabalhar sua carreira, foi ambicioso sem ter inteligência. Poderia muito bem ter tentado uma outra equipe quando foi para o Denver ser apenas coadjuvante. Tentou essa retomada no Memphis, mas sem antes pensar no que poderia acontecer. Mais um que entrará para a lista de grandes jogadores encrenqueiros que não foram campeões.

http://esporteresenha.blogspo.com

Alexandre Silva disse...

Acho que infelizmente a carreira do Iverson acabou. Não por falta de talento pq isso ele nem precisa mais provar pra ninguém, mas por tudo q anda acontecendo ultimamente. Gostaria msm de ver ele dar a volta por cima, mas creio q não dá mais...

Os boatos dão conta de q ele vai parar no Knicks. Creio que vai ser a mesma coisa do Grizzlies, um time ruim, uma equipe desorganizada que não vai o levar pra lugar nenhum.

Sabe onde acho q ele se encaixaria? No Clippers. Um time sem pretensão mas que conta com Baron Davis, Chris Kaman e Blake Griffin, ele poderia se encaixar ali... mas como isso é improvável, a carreira dele já era. Infelizmente

Abraço
http://grandesselecoes.blogspot.com
http://falandoprasparedes.blogspot.com

Vinicius Grissi disse...

Frase forte do rapaz. De fato, é um grande jogador e com certeza seria mais útil ao time dentro do que fora da quadra.

Silvano Vianna disse...

Acho AI muito bom ainda, o problema é que ele não saber trabalhar bem em equipe. Acho que Bobcats ele poderia ir bem, no Knicks na correria ele também poderia se encaixar legal...
pena realmente se toda a história dele acabar dessa maneira.