Histórias do Futebol X

15:28 Net Esportes 1 Comments

Jules Rimet Trophy
A Copa do Mundo de Futebol deixava a América do Sul e a Europa pela primeira vez em sua história, o palco desta vez foi a América do Norte, mais precisamente o México, que com a alegria representada no simpático mascote Juanito e seu célebre sombrero recebeu as melhores seleções de futebol de todo o mundo, exceto aquelas que na ocasião por incrível que possa parecer não conseguiram superar as eliminatórias, casos de Portugal, França, Hungria, Argentina e até a Espanha, pior para eles que não foram protagonista da primeira transmissão colorida feita para a televisão.

Tristeza de um lado e sorte do outro, quem foi até a Copa do México em 1970 teve que jogar no inóspito horário do meio dia, isso porque a inovadora transmissão em cor era feita para a Europa, e eles exigiram esse horário para ter uma melhor audiência no Velho Continente, quem conseguiu superar o forte calor que fazia na Cidade do México, Guadalajara ou Toluca por exemplo ia avançando no torneio, como o Brasil, que caiu no grupo da morte mas conseguiu se sair bem, derrotou Tchecoslováquia de goleada, a atual campeã Inglaterra por 1 a 0 e até mesmo a surpresa Romênia, com um apertado placar de 3 a 2.

Ao contrário de 1966 e agora sob o comando do técnico Zagallo, o Brasil de Pelé ia mostrando que desta vez não vinha para brincadeiras, o Rei do Futebol terminou a competição com três gols marcados, levantou a taça de campeão mais uma vez porém não se esquecerá dos gols que perdeu, foram pelo menos quatro que até poderíam passar desapercebido em muito mais de mil que ele fez em toda a carreira, mas que entraram para a história justamente por não terem entrado no gol, o chute do meio do campo contra a Tchecoslováquia ou a defesa milagrosa do goleiro inglês Gordon Banks, sem contar o drible no goleiro e o chute pra fora contra o Uruguai e ainda o chute forte de rebote nesta mesma partida.
World Cup Winners
Pelé perdeu muitos gols mas mesmo que tivesse feito todos talvez não conseguisse alcançar os dez que o artilheiro deste mundial Gerd Müller fez, o alemão porém teve que se contentar apenas com o terceiro lugar, enquanto que o brasileiro ao lado de grandes nomes como Jairzinho, Gérson e Carlos Alberto comemorou o tricampeonato, sendo que a Seleção Brasileira juntamente com os títulos de 1959 e 1962 se tornou a primeira seleção tricampeão e ganhou assim o direito da posse definitiva de Taça Jules Rimet, na final mais um grande show no Estádio Azteca, 4 a 1 contra a Itália, para delírio do torcedor mexicano que passou a admirar o futebol brasileiro tanto quanto admira e adora o futebol de sua própria seleção. (Fotos: Arquivo/Getty Images via PicApp)

1 comentários:

FilipeJMS disse...

Pra quem gosta, vale a pena conferir o especial que a ESPN Brasil está passando, Clássico do Mundiais. Eles compraram partidas que marcaram a história das Copas de 1970 até 2006 e narram como se estivesse acontecendo ao vivo. Já passou a final de 70 e Brasil x Holanda na Copa de 74!