Final melancólico da França

13:48 Net Esportes 3 Comments

June 22, 2010 - Bloemfontein, South Africa - epa02216220 French head coach Raymond Domenech leaves the pitch at half time during the FIFA World Cup 2010 group A preliminary round match between France and South Africa at the Free State stadium in Bloemfontein, South Africa, 22 June 2010.
As regras são justas e as equipes entram em campo no mesmo horário para a terceira e derradeira partida de cada Grupo na primeira fase da Copa do Mundo. No Free State, em Bloemfontein, um pequeno atraso para o início do cerimonial, todos de olho na partida entra África do Sul e França mas completamente ligados em tudo que acontecia no Royal Bafokeng Stadium, em Rustemburgo. Lá estavam jogando Uruguai e México que precisavam apenas de um empate para seguir em frente, e se houvesse um vencedor naquele jogo, então os donos da casa ou os franceses teriam que vencer de goleada, algo que deu até impressão que iria mesmo ocorrer para um deles.

Chances de gols eram desperdiçadas e a bola batia no travessão, tanto o Uruguai quanto o México evitaram fazer qualquer acordo e partiram para cima um do outro. O medo, ou talvez um simples desejo, era evitar um possível jogo contra a Argentina já nas oitavas-de-final, algo que se não ocorrer agora passa a ter possibilidades de ocorrer apenas na decisão do título. Porém a rede acabou balançando mesmo longe dali, em jogo que também era muito movimentado já que além de ainda valer uma vaga, tinha a honra de cada um em jogo também, e com o apoio da torcida a África do Sul acabou fazendo valer mais sua vontade de sair com a cabeça erguida, marcando logo duas vezes ainda no primeiro tempo.

Pobre França, crise interna enorme, até o ex-jogador e ídolo maior Zidane tomando as dores durante entrevista coletiva. Anelka cortado, jogadores boicotando treinos e governo muito preocupado com a imagem do país levando em conta o tamanho do vexame que estavam prestes a passar. Foi um final quase tão melancólico quanto o do Copa de 2002, ironicamente uma Copa que veio depois que o time chegou na decisão da Copa anterior, com a única diferença que lá chegavam como donos do título. E na África do Sul apesar de não serem os atuais campeões conseguiram ao menos fazer um gol, com Malouda, que evitou um vexame ainda maior, e que só serviu para que a França evitasse o sonho sul-africano de ser tornar realidade, e ainda dava uma força para o México.
Uruguay's Andres Scotti celebrates with his teammates during a 2010 World Cup Group A soccer match against Mexico at Royal Bafokeng stadium in Rustenburg June 22, 2010. REUTERS/Alessandro Bianchi (SOUTH AFRICA - Tags: SPORT SOCCER WORLD CUP)
Pela primeira vez na história um time anfitrião não passa da primeira fase, por outro lado a África do Sul sai com a cabeça erguida, foi a primeira vez que Parreira ganhou um jogo de Copa sendo técnico de outra Seleção que não fosse o Brasil. Quando o brasileiro foi cumprimentar Raymond Domenech, este se recusou a dar a mão para ele, a França não poderia dizer adeus de forma mais triste. O México por sua vez fica feliz, jogou para vencer os uruguaios na tentativa de também evitar a Argentina mas acabou perdendo de 1 a 0, resultado magro que nem ajudaria muito a África do Sul, e que serviu apenas para seguir mostrando a grande força dos Sul-Americanos nesta Copa, primeiro lugar do Grupo garantido para os Uruguaios e chances enormes de estarem nas quartas-de-final. (Fotos: Alessandro Bianchi/Reuters via PicApp)

3 comentários:

Ana Paula disse...

Poxa! Que zebra hein?

Adalberto Mota disse...

Uma vergonha, isso que eu tenho a dizer da França. Uma seleção campeã do mundo, que na última copa fez uma exelente campanha não pode acontecer este tipo de coisa, espero que daqui pra frente eles venham a melhorar!
Queria que passase África do Sul e México, mas infelizmente não aconteceu, mas fico satisfeito mesmo assim. O Uruguai merece ir para as oitavas pelo futebol que demonstrou e também porque não sente o gostinho da 2° fase desde a copa de 90. E o México, para mim eles tem a capacidade de passar pro cima da Argentina e não seria nenhuma zebra, e aos Bafana Bafanas meus parabéns, me surpreenderam nessa copa!

FilipeJMS disse...

Que papelão da França durante toda a Copa, e que papelão do Domenech no final desta partida. As classificações foram justas, mas confesso que torci muito para o Uruguai ficar em segundo no grupo e enfrentar a Argentina nas oitavas. Ia ser um jogão!!