O fim de uma invencibilidade

17:07 Net Esportes 4 Comments

BrasilO placar estava a seu favor em 1 a 0. O jogo estava muito mais a seu favor, muito mais objetivo para o seu lado e com a torcida inteira apoiando nas arquibancadas do Estádio Corona. Havia ainda uma vantagem no confronto direto recente com cinco vitórias contra duas e mais dois empates. Havia um pênalti a favor, um jogador expulso no time adversário, havia uma invencibilidade de 14 partidas em jogo e tudo acabou indo por água abaixo. Os pensamentos devem estar todos voltados para os Jogos Pan Americanos que começam nesta sexta-feira, 14 de outubro. Os pensamentos ficaram todos no primeiro tempo do jogo contra o Brasil, assim o México conseguiu perder de virada e colocar um fim em sua grande série invicta.

O técnico José Manuel de la Torre se justifica da forma como pode, afinal não perdeu para qualquer um, era o Brasil. As novas estrelas da equipe se lamentam, as antigas tentam encontrar uma explicação. O goleiro é perdoado, provavelmente ganhará uma nova oportunidade em brave, e do outro lado o Brasil faz uma grande festa. O Brasil venceu o 20º colocado do ranking da FIFA, uma virada espetacular, gol de Ronaldinho Gaúcho depois de muito tempo, é a terceira vitória consecutivo da Seleção Canarinho, quanta emoção, festa de Galvão, viva o Ricardão! Todos os problemas foram resolvidos agora, o trabalho está perfeito e o futuro garantido. Que venha o Gabão, afinal Espanha e Itália não pode porque estão se preparando para a Eurocopa.

A questão não é ignorar a vitória do Brasil contra a forte equipe do México de virada com um jogador a menos. A questão é que o Brasil continua atuando da mesma forma que atuou para vencer de forma sofrida uma Seleção da Costa Rica e uma Argentina totalmente desfigurada e perdida em campo. O Brasil tomou sufoco do México no primeiro tempo e tinha tudo para perder o jogo, quem sabe no máximo empatar em 2 a 2. O México conseguiu a façanha de perder para o Brasil, perdeu para si mesmo, perdeu para um excesso de confiança que já fez o Brasil perder muitos jogos também. A equipe mexicana não deve se preocupar depois de perder um vez após 14 partidas. o Brasil é que deve se preocupar ao comemorar vitórias como essa, ou duelos contra Gabão, isso sim que é uma bela preparação. Não é? (Foto: Divulgação)

4 comentários:

Luiz Paulo Knop disse...

Duas coisas me chamaram a atenção. A primeira é sobre a vitória contra a chata equipe mexicana, toda vez que vamos jogar contra eles já me dá calafrios...

A outra é sobre o gol do Ronaldinho. Foi um gol de falta, uma posição privilegiada, e a Globo tentou passar a impressão de que foi um golaço... peraí... foi um gol de falta, comum, nada de especial.

Ah.. tem outra coisa... durante o jogo o Galvão disse que Jéfferson precisava aprender a sair do gol para se tornar um bom goleiro, ou algo do tipo... po! O cara é um dos melhores goleiros do país esse ano, disparado!!!

Luiz Paulo Knop
http://esporteresenha.blogspot.com

Net Esportes disse...

@Luiz Paulo Knop: Um gol de bola parada e o outro de uma jogada indivudual raríssima ... o Brasil achou não sei de onde a vitória e o México conseguiu a façanha de perder esse jogo ......

Esse goleiro é melhor até que o Júlio César !!!!!

A Globo e CBF conseguiram o que queriam, vencer três vezes seguidas, agora pega o Gabão ... só alegria ..... para eles ....

Patrick Araújo disse...

Assisti somente uma parte do segundo tempo.

O gol do México saiu numa falha do David Luiz.

Me surpreendeu tbm o pouco futebol do Chicarito e do Geovanne no segundo tempo por parte do Mexico, esperava mais desses jogadores.

O Brasil teve sorte, o Jeferson pegou um penalti e tal.

Mas foi uma vitória importante, com um jogador a menos, mesmo que os gol foram de bola parada e uma jogada individual, ganhar de uma equipe chata com o Mexico eh importante...

Giovane disse...

Otimo artigo sobre a seleçao em meu blog tenho um artigo parecido a este.