R.I.P Steve Jobs & NY Yankees

10:44 Net Esportes 0 Comments

New York Yankees eliminado MLB temporada 2011O cara pode ir até a Wall Street protestar ao lado de milhares de outras pessoas ou passar em uma das lojas da Apple para homenagear o célebre Steve Jobs como tantas outras também. Nova York tem inúmeras opções a qualquer hora do dia, você pode ir ao B.B. King Blues Club & Grill comemorar o aniversário da cantora Shontelle ou subir no alto do Empire States com Anna Dewdney e Bridget Moynahan. Ninguém resiste a um Dark Cherry Mocha Frappuccino em alguma Starbucks da Quinta Avenida, mas na noite desta quinta-feira um destino era mais do que certo para 50 apaixonados pelo beisebol da MLB. Era dia de ver o New York Yankees, em jogo de morte súbita, decisivo, o limite entre o começo ou o fim de um sonho que se renova a cada ano para todas as equipes.

A NBA já mudou faz muito tempo e a MLB deveria pensar em mudar isso também. Não veremos nem a questão de que a primeira rodada dos playoffs da MLB tem oito times e da NBA tem 16, mesmo porque a NBA faz muito menos jogos na temporada regular em relação à MLB. Mas seria muito mais interessante que a primeira rodada dos playoffs da MLB fizesse uma melhor de sete jogos ao invés da melhor de cinco, a prova disso talvez seja o fato de que em apenas um dos quatro confrontos um time consegui se classificar em quatro jogos, mostrando como as coisas estão equilibradas e deixando claro que seria impossível alguém vencer três duelos sem perder nenhum, nem mesmo o Philadelhpia Philles. Isso não siginifica que o Yankees teria mais sorte, que seria melhor estar na festa da Shontelle do que no Yankees Stadium alimentado por uma esperança que havia começado no jogo quatro deste série na ALDS.

Depois de Freddy Garcia decepcionar jogando em casa, ou Rafael Soriano não dar conta do recado no lar do rival, eis que A.J. Burnett salva a pátria Yankee em Detroit e mostra como o time que mais venceu a MLB tem uma força incrível de campeão que o faz renascer das cinzas na pior das ocasiões. Mas onde estão Phil Hughes e CC Sabathia? Cadê o Alex Rodriguez e seus home runs? Ainda resta uma esperança, no Yankee Satadium, com o espiríto de reverter momentos difíceis em alegrias eternas totalmente renovado. Com o jovem Ivan Nova que estreou ano passado tentando uma nova vitória como a que conseguiu no primeiro jogo da série, justamente nesse mesmo palco que recebe 50 mil pessoas nessa noite onde houve tantas coisas para fazer em Nova York. Eram muitas opções, menos viver um drama que agora todos querem esquecer e apagar de suas memórias.

Nova sentiu dores no braço e o Yankees sentiu um aperto no coração. Um homer aqui, outro ali, para o Tigers só resta a alegria e satisfação. Até Sabathia no relief, pela primeira vez em sua carreira, se fosse preciso Joe Girardi chamaria até Burnett do Bullpen. E era mesmo preciso, no ano em que todos podem estar dando adeus a Jorge Psada, no ano em que Mariano Rivera fez história ao se tornar o recordista em saves e no ano em que Derek Jeter alcançou a marca histórica de três mil hists em sua carreira fantástica. O New York Yankees perde o jogo por 3 a 2 e perde a série contra o Detroit Tigers por 3 a 2 também, três jogos a dois, se fosse melhor de sete o destino poderia ser o mesmo, mas ainda haveria uma esperança. Uma esperança que não existe mais para Seteve Jobs, vítima do câncer, um esperança que acabou para o New York Yankees de 2011, que eles descansem em paz agora. (Foto: Nick Laham/Getty Images)

0 comentários: