Cabeça de queijo na Maratona de Nova York

12:16 Net Esportes 0 Comments

O furacão Sandy não afetou o adorável bairro de Park Slope, no Brooklyn, em Nova York. Um lugar tão agradável onde se encontra a Biblioteca Pública e o Prospect Park, além de várias linhas do metrô. Às vezes o cenário fica ainda mais bonito quando o dia fica mais frio e branco da neve toma conta das ruas, mas na Big Apple não tem tantas nevascas como tem em Wisconsin. Como teve naquele inesquecível dia 31 de dezembro de 1967, quando o Green Bay Packers se tornaria campeão do Super Bowl. Assim fica difícil não gostar de futebol americano, fica difícil não gostar de queijo e ser um cabeça de queijo, mesmo que um dia ela fosse para outra lugar, simpatizar com outras equipes e outros esportes também.

Jogos do New York Yankees com o marido. Ela conseguiu realizar um grande sonho que tinha desde quando era muito jovem, morar em Nova York. Gostar de beisebol, mas não para anotar corridas e sim começar a correr e correr muito por aí. Tudo começou ainda na época da escola, onde participava da equipe de cross country, com o objetivo de perder peso. Mas ela não parou depois que emagreceu e continuou correndo, distâncias cada vez maiores, maratonas a partir do ano de 2006. Desde então Lora Mays já participou de 13 maratonas, sendo a última no dia 6 de outubro e sendo a próxima a maior de todas elas, a tão aclamada e adorada Maratona de Nova York.

Na cidade onde viver é uma experiência maravilhosa. Na cidade onde há muitas maneiras diferentes para passar os seus dias. Conhecer pessoas incríveis e participar de algumas experiências surpreendentes. Assim é vida de Lora que não estava lá no 11 de setembro e não ia correr no edição cancelada do ano passado. Mas sem dúvida alguma ela esteve várias vezes no Baby Bo's, o seu restaurante mexicano favorito em Murray Hill, afinal um atleta precisa se alimentar a cada quatro horas. E como não poderia ser diferente, ela gosta de comer queijo, mas não pode abusar, porque leite e laticínios não fazem muito bem para quem corre. Ainda falta aprimorar a parte nutricional, porém os treinos estão indo bem.

Lora possui seu próprio plano de treinamento, que inclui técnicas de velocidade, ritmo e fartlek. Ela se inspira em Kara Goucher, uma especialista em 5 e 10 mil metros que já ganhou medalha de bronze em campeonato mundial. Ou ainda Shalane Flanagan, que levou medalha de bronze nas Olimpíadas de Pequim 2008 e Meb Keflezighi, que foi o grande vencedor da Maratona de Nova York em 2009. Mas vencer é para os profissionais, ela quer apenas desfrutar da competição contra si mesma, ir cada vez mais rápido. Lora quer aproveitar cada minuto pois foi um longo caminho chegar até lá, sem esquecer de sorrir e se divertir, pois no próximo dia 3 de novembro elas estará lá, nas ruas de Nova York, correndo a maravilhosa e encantadora Maratona de Nova York.

COLABORAÇÃO: Lora Mays @loramarie03

0 comentários: