Pelas ruas de Nova York

09:14 Net Esportes 6 Comments

Ontem foi mais uma daqueles dias que a cidade de Nova York parou para o esporte e viu suas ruas serem tomadas pela multidão, estava sendo realizada a maratona de NY, uma das maiores corridas de rua do mundo, cerca de 37 mil pessoas correndo e uma estimativa de 2 milhões somente assistindo em todos os principais pontos da metrópole, uma platéia que contou até mesmo com o ator Tom Cruise que estava vendo sua esposa Katie Holmes também participando do evento.

A inglesa Paula Radcliffe, que se tornou mãe a menos de 1 ano e quase abandonou o atletismo, mostrou que isso não é nenhum problema para uma atleta e venceu a prova feminina repetindo o feito que havia conseguido no ano de 2004, com um tempo de 2h23min09s ela quase se aproximou do recorde da prova que é de 2h22min31s, e ainda quebrou a sequência de suas vitórias seguidas de Jelena Prokopcuka. Paula recebeu 130 mil dólares pelo feito.

Na prova masculina a vitória foi do queniano Martin Lel, com o tempo de 2h09min04s, depois de um sprint espetacular ele conseguiu abrir vantagem do segundo colocado, o marroquino Abderrahim Goumri, já dentro do Central Park, em terceiro chegou Hendrick Ramaala com o tempo de 2h11min25s. O brasileiro Marilson Gomes dos Santos, vencedor da edição de 2006, era um dos favoritos e alvo de muitas atenções na 'Big Apple', mas mesmo se mantendo firme no pelotão principal até o quilômetro 21, ele não teve forças para repetir a façanha e terminou na 8ª colocação.

Dentre os milhares de competidores que fizeram uma grande e bonita festa pela cidade, estava também um atleta de outro esporte, Lance Armstrong, aposentado do ciclismo, participou da prova pela segunda vez e conseguiu melhorar seu tempo para 2h46min, “Eu fui bem melhor que no ano passado. Eu acho que isso aconteceu porque estava mais preparado. Também larguei mais forte”, contou o atleta que disse ainda não conseguir ficar longe do esporte, "isso é minha vida" completou. (Fotos: Kathy Willens/AP)

- MARATONA DE NOVA YORK

6 comentários:

Jéssica Torres disse...

Nem tive a oportunidade de acompanhar, mas adoro atletismo!

Parabéns pra Paula Radcliffe, vencedora duas vezes: nenem lindo no colo, primeiro lugar com 130 mil no bolso!

Aline disse...

O esporte é uma das primeiras manifestações coletivas que não se dão por instinto ou necessidade de sobrevivência. A competição está aquém da beleza da organização desportiva.
Esse evento excelente, né? Também nem acompanhei, mas foi bom ver tua síntese noticiada aqui.

Parabéns!
beijos

Uma pena que o Marílson não tenha conseguido o bi! Mesmo assim, o oitavo lugar ainda foi um ótimo resultado.

A título de curiosidade:

O piloto da Renault, Heikki Kovalainen, disputou a maratona e terminou em 5371º (4572º, entre os homens). Ele bateu o "recorde" que Jarno Trulli, da Toyota, havia estabelecido em 2000. Agora, Kovalainen é o mais piloto mais rápido da Fórmula 1! À pé, pelo menos...

Grande abraço!

Gustavo Coelho

carlão disse...

Difícil é se manter no topo.

Criou-se muita expectativa (e pressão) em cima de Marílson.

Filipe Araújo disse...

na relação dos maiores eventos esportivos do planeta, onde a maratona de new york entraria? é um grande acontecimento, com certeza!

pergunta "indignada": Pelo desempenho nos últimos 15 dias, David Nalbadian não mereceria um post no Net Esportes? jejeje....

pode não ser "indignada", mas é um protesto pertinente! jejeje..

abrazo!

http://gambetas.blogspot.com

Nalbandian eliminou os três melhores tenistas no último torneio e passeou pra cima de Nadal de novo.

Com relação à maratona de Nova York, um grande evento que merecia maior destaque. Dessa vez não deu Marílson!
Os quenianos são especialistas em provas de resistência como estas!

Bela análise!