Histórias Olímpicas III

16:05 Net Esportes 7 Comments

Os jogos de Saint Louis 1904 conseguiram a façanha de serem piores do que os de quatro anos antes, Theodore Roosevelt contrariou o Barão de Coubertin e impôs a escolha da pequena cidade Missouri, mesmo que Chicago tivesse mais condições, foi a primeira Olimpíadas realizada em solo norte-americano, e amplamente dominda pelos anfitriões.

A alto custo para se viajar da Europa até o EUA impediu a participação de vários países, inclusive a França, com isso o país sede acabou levando nada menos que 85% das medalhas, 236 das 281 distribuídas, onde pela primeira vez o primeiro colocado levou ouro, o segundo prata e o terceiro bronze, Alemanha e Cuba levaram quatro ouros cada, mas a performance chegou a ser pior do que o fenômeno da ginástica.

Anton Heida levou cinco de ouro e uma de prata, tería ficado em segundo no quadro geral de medalhas se representasse algum outro país, mas o seu compatriota George Eyser conseguiu uma façanha melhor, com uma prótese de madeira no lugar da perna direita que fora amputada devido a um acidente de trem, ele faturou três de ouro, duas de prata e uma de bronze, a história ainda relata que só não venceu a prova de salto sobre o cavalo devido a dificuldades na corrida.

Os Jogos duraram quatro meses e mais uma vez foram ofuscados pela Feira Mundial que ocorrida paralelamente, porém vale destacar os pontos positivos como o primeiro negro a ganhar uma medalha, George Poage, que foi terceiro colocado nos 200 m e 400 m com barreiras, além da primeira participação de sul-africanos que estavam por lá devida a tal feira.

Seja pela tentativa de fraude na terrível maratona, onde o percurso incluía sete morros e transitava por ruas de terra, seja pelas provas de natação que pela primeira vez saíram de águas abertas e foram para um lago, mas as largada eram feitas dentro da água pois a balsa que levava os atletas poderia não aguentar muito peso, ou ainda pelos inusitados saltos ornamentais, com obstáculos submersos e tentativa de ver quem pulasse mais longe, Saint Louis nunca esquecerá os Jogos mais bizarros da história. (Foto: Arquivo)

- 1900 - 1896

7 comentários:

Elton D'Souza disse...

Quem diria, o todo poderoso Tio Sam dando esse vexame. Como a história é interessante...

danisiinha disse...

puxa , muito interessante saber um pouco sobre a historia do esporte em geral!! e pelo visto Saint Louis foi bizarro mesmo né? rsrs

www.daniilopes.blogspot.com

Shalders, Pedro. disse...

olímpiadas nos EUA são sempre uma besteira, aquela durante a guerra fria então, nem se fala.

Beline disse...

Continuo por aqui fazendo o meu aquecimento para os jogos olimpicos, bom saber da história e seus pormenores. Vem mais por ai?

Cara sou fã do seu blog mas me diga, como fizeste pra categorizar alguns posts ( labels ) ?

Abs

runningbrazil.blogspot.com

dbaskt disse...

Sem duvida um dos melhores blogs de esporte que já vi.

abraço!


www.locupletado.wordpress.com

Daniel Leite disse...

Fraude na maratona que se viu também em 2004, contra o Vanderlei Cordeiro de Lima. Sinceramente, ainda não digeri o conto do Pe. irlandês e da medalha do Barão de Coubertin. Vanderlei teria ganho a prova, não fosse o maluco!

Até mais!