Fim da hegemonia

22:14 Net Esportes 7 Comments

Uma das três maiores provas de ciclismo do mundo, o Giro d'Itália teve seu final neste domingo depois de 21 etapas, o título ficou com o espanhol Alberto Contador, o atual campeão do tradicional Tour de France acabou quebrando uma hegemonia que já durava doze anos, onde só ciclistas locais acabavam campeões.

Com um tempo total de 89h56min49s, Contador acabou ficando em primeiro por pouco, na colca dele três italianos queriam manter a escrita viva novamente, Ricardo Riccò, Marzio Bruseghin e Franco Pellizotti , mas não conseguiram ultrapassar o espanhol depois da última etapa, que foi um contra-relógio de 28,5 km vencido por Marco Pinotti, o campeão do ano passado Danilo Di Luca terminou em oitavo na classificação geral.

A conquista do ciclista que além da Volta da França de 2007, venceu também a Paris-Nice 2007, não foi fácil, ele assumiu a maglia rosa apenas depois da etapa 15, até então o líder era Giovanni Visconti desde a etapa 3, as maiores dificuldades foram as etapas de montanhas onde muitos ficaram para trás. Contador confirma com o título ainda mais a condição de ser um dos melhores ciclistas da atualidade, e comemora o feito com muito mais entusiamos já que sua equipe, a Astana, só participou do Giro depois de um convite de última hora. (Foto: Filippo Monteforte/AFP)

- GIRO D'ITÁLIA

7 comentários:

Parmitaum disse...

Pode-se dizer que quem ganha a volta da Fraça , é praticamente o melhor do mundo, o grau de dificuldade desta prova é absurda. Acho q ela estava sendo transmitida pela ESPN durante o período.
O cara tem que ser muito bom... naum teve nenhum brasileiro nessa prova???


abraço

blog disse...

Rapaz, aí está um esporte que não acompanho.
Mas sou capaz de mudar de opinião. Lembro-me - de ouvir falar - do tal Lance, que era imbatível ou coisa que o valha.
Nunca curti esportes que usem artefatos tecnológicos para competições, sejam eles carros, bicicletas, motos ou barcos.
Bom mesmo é o limite do homem.
Abraço.

Net respornde disse...

@parmitaum: O brasileiro Luciano Pagliarini, que competirá também nas Olimpíadas, estava nessa prova e abandonou próximo do final.

@'blog' Grijó: No caso da bicicleta, que não é um artefato motorizado, o limite do homem é exigido tanto quanto em uma corrida a pé, o Lance Armstrong ganhou a Volta da França 7 vezes consecutivas depois de se recuperar de um câncer.

Everaldo Ygor disse...

Olá...
Sempre que posso dou uma "olhada" no ciclismo... Acompanhei a voltada França em 2007, prova de superação total...
Por aqui, sempre boas informações...
Abraços
Everaldo Ygor
http://outrasandancas.blogspot.com/

Flowers disse...

blog bacana, esportes, os jovens precisam saber algo mais sobre oos esportes, além de futebol!
parabéns!

Vinicius Grissi disse...

Vim quente comentar o "recorde mundial dos 100 metros".

Vale lembrar ele hein?!

Arthur Virgílio disse...

Quase 90 horas pedalando. Não é mole não. Tem que ter fôlego.