Ritmo de férias

09:40 Net Esportes 5 Comments

Com o fim da temporada de futebol na Europa, e o fato de que a maioria dos jogadores da Seleção Brasileira atuam por lá, era inevitável que o ritmo de férias estivesse presente na turnê de jogos pelos EUA, que visam a preparação da equipe para as eliminatórias da Copa do Mundo, apesar disso e do sufoco que acabou levando, o Brasil enfim venceu o Canadá pela primeira vez na história.

O estádio Qwest Field de futebol americano do Seattle Seahawks com grama natural por cima da artificial, recebeu um público de 47 mil torcedores apesar do baixo interesse dos norte-americanos por futebol, a capacidade era quase o dobro, ao lado os jogos de beisebol do Seattle Mariners na série contra os Yankees lotava todos os dias, assim os que acabaram comparecendo acabaram vendo um dia histórico da Seleção Brasileira.

Sem tradição e pouca representatividade no futebol, a Seleção canadense era até então uma verdadeira pedra no sapato brasileiro, em 1994 empate em 1 a 1 e em 2001 outro empate, desta vez sem gols, a falta de treinos intensos nos últimos dias acabou ainda por atrapalhar o que poderia ser um massacre verde e amarelo, e a cada gol dos brasileiros vinha um empate do Canadá, sufoco, falhas e preocupação, até que veio o 3 a 2 e a vitória contra o bravo adversário enfim foi selada.

A equipe volta a campo na próxima sexta-feira, contra a Venezuela, em Foxborough, região de Boston, o objetivo é continuar a preparação para os jogos das eliminatórias contra Paraguai e Argentina (dias 15 e 18 de junho, respectivamente), o adversário e mais uma vez uma equipe sem muita tradição, mas o técnico Dunga continuará avaliando seu atletas, como Adriano, que voltou a ser convocado e é o preferido para atuar de titular no jogo contra os hermanos. (Foto: Ted S. Warren/AP)

- ELIMINATÓRIAS

5 comentários:

Daniel Leite disse...

Acompanhei apenas o primeiro tempo. Mas surpreendeu o Canadá. Ainda mais surpreenderia, se o canadense Hargreaves não jogasse pela Inglaterra. Entretanto, o que fica é a má impressão em relação à Seleção Brasileira, que precisa melhorar se quiser pelo menos quatro pontos contra Paraguai e Argentina.

Até mais!

Sr.F disse...

Tá linkado já.
Quanto ao jogo...Não consigo torcer para a seleção de Dunga que devia ser treinador da Escócia, Irlanda, Nova Zelândia; nunca do Brasil. É um absurdo o meia Alex não ser convocado, não tem nenhum jogador melhor que ele hoje na seleção.

Arthur Virgílio disse...

Quebramos o tabu. Vi a partida até o 1 a 1. Estava gostando da movimentação dos laterais, do Mineiro, do Julio Baptista e da ex-dupla do Santos: Robinho e Diego.

A Venezuela não tem tradição, porém evoluiu nos últimos anos. Acho que a rapazeada de Dunga terá dificuldade em bater a seleção "vino-tinto".

Acho que a vitória deu pro gasto. Esse time ainda vai melhorar muito antes dos jogos pelas Eliminatórias...

Grande abraço!

Gustavo Coelho

Rafael Tupiná disse...

Poxa joguinho sem vergonha este da selecao hein
e o dunga ainda tira o "rei"rique do palmeiras pra deixar no banco
com akela zaga sem vergonha

abraços

Vsitie meu bolg

nao eu nao digitei errado, entenda em...
http://culturatups.blogspot.com/