O Show terminou

20:04 Net Esportes 4 Comments

A chama se apagou e a Olimpíada de Pequim terminou, um mundo de emoções que só o esporte pode proporcionar chegou ao fim, os EUA terminaram com 110 medalhas contra 100 da China, mas quem ficou em primeiro foram os anfitriões, 51 de ouro contra 36 dos norte-americanos. Em vários dias de competições intensas muitos brilharam, no grande espetáculo do verão esportivo.

A China teve vários heróis, conquistou tudo no tênis de mesa, quase tudo nos saltos ornamentais, várias medalhas na ginástica e no badminton, mas aquele que é o maior nome do esporte ao lado de Yao Ming, decepcionou, Liu Xang escondeu a lesão no tendão e deu vexame, abandonando a prova dos 110m com barreiras sem disputá-la, deixando perplexo o público que apostava tudo no seu segundo triunfo consecutivo.

Se não houve um grande destaque chinês dentre todas as 51 conquistas, os outro países tiveram atletas com atuações históricas e memoráveis, o nadador norte-americano Michael Phelps se tornou o maior atleta de todos os tempos, levou oito de ouro superando Mark Spitz, chegou a 14 medalhas de ouro no total em sua carreira e ainda pode ganhar muito mais, pois prometeu voltar na próxima edição dos Jogos.

Os EUA ainda tiveram como destaques a dupla de vôlei de praia feminino Walsh e May, campeãs invictas, as ginastas Shawn Johnson e Nastia Liukin e também o time de basquete masculino que também não perdeu nenhum jogo. Mas não brilhou muito em uma de suas especialidades, o Atletismo, que viu o jamaicano Usain Bolt vencer os 100m, 200m e revezamento 4x100m, todos com recorde mundial, ainda o etíope Kenenisa Bekele que faturou os 5.000m e 10.000m e a russa Yelena Isinbayeva, que no 'Ninho do Pássaro' foi a atleta que voou mais alto.

As maiores olimpíadas de todos os tempos ainda tiveram Rafael Nadal confirmando seu domínio atual no tênis e um grande show da Seleção brasileira de vôlei feminino, campeão invicta que perdeu apenas um set na final contra os EUA, em uma campanha em que o Brasil igualou as 15 medalhas de Atlanta 1996, mas não alcançou os cinco ouros de Atenas 2004, tendo levado três, uma meta que assim como a meta de muitos países, fica para a próxima edição olímpica, em Londres 2012. (Fotos: Clive Rose/Getty Images e Montagem Net Esportes)

-
PEQUIM 2008

4 comentários:

Marcos Garcia disse...

Uma competição fantastica, os Jogos Olímpicos de Pequim deixaram saudades, não pelo desempenho ~mediano pra baixo dos brasileiros, mas sim pelas belas imagens de diversos esportes que ficaram guardadas na memória, recordes surpreendentes, Super Homens, Super Mulheres, momentos de alegria, momentos de tristeza, tudo conta, tudo será lembrado.

www.classeaesportes.blogspot.com

Warley Morbeck disse...

Mais uma participação muito fraca do Brasil...

Warley Morbeck
http://flamengoeternamente.blogspot.com/

carlos pizzatto disse...

É suspeita a superioridade da China sobre os EUA no quadro de medalhas?

Leandro disse...

Sem contar também o show que a seleção masculina norte-americana de basquete deu em Pequim.
Sem dúvida essa Olimpíada está entre as melhores da história.
Abraço