Ouro resgatado

11:02 Net Esportes 8 Comments

Kobe Bryant disse "Ganhar um título no meu time é pra mim, ganhar na Seleção é para o país inteiro", com esse espírito ele e seus companheiros não quiseram ser chamados de 'Dream Team', e preferiram algo como 'Rescue Team', ou o time do resgate, o time da redenção, da recuperação do respeito e da condição de melhores jogadores de basquete do Mundo, os EUA foram para as Olimpíadas de Pequim 2008 com um só objetivo, ter de volta a glória imensurável da medalha de ouro.

Derrotados no Mundial e nas Olimpíadas de Atenas 2004, tudo que a equipe norte-americana queria era ter de volta a hegemonia no esporte que inventaram, para isso contou, assim como em Barcelona 1992, com as grandes estrelas da NBA, grandes e consagrados nomes como o grande Bryant, LeBron James, Dwayne Wade, Carmelo Anthony, o veterano Jason Kid e muitos outros.

O show assim estava sempre garantido, mais do que isso os jogadores entravam em quadra com seriedade, davam espetáculo mas jogavam pensando sempre na vitória, isso desde os jogos de preparação e no torneio olímpico, onde os adversários foram sendo derrotados um a um, sempre com largas diferenças de pontos, até mesmo a forte Alemanha, os donos da casa e o maior algoz dos últimos anos, a Argentina na semifinal.

Na grande decisão contra a Espanha um jogo sensacional, o time de Paul Gasol, que também atua na NBA, jogou de igual pra igual com os EUA, teve chances até de empatar a partida que terminou com um placar alto e inesperado, 118 a 107 para o time dos EUA, que mais do que tudo mostrou sempre uma grande união, uma parceria entre jogadores que não é vista nem em All-Star Game, uma vontade, uma dedicação que trouxe de volta o ouro para os melhores, o 13º de sua história. (Fotos: Flipo Monteforte/AFP e Streeter Lecka/Getty Images)

-
PEQUIM 2008

8 comentários:

Vinicius Grissi disse...

Eles são brilhantes no basquete. E vão ganhar sempre que realmente quiserem.

Pena que as Olimpíadas terminaram...

Jonatas Fróes disse...

Fiquei bem surpreso de ver a Espanha na final do basquete masculino. Uma pena que não tenham derrotado os EUA...

[]'s

Musikaholic

Daniel Leite disse...

Tive a satisfação de assistir a esta grande exibição de ambos os conjuntos. Gasol, Rudy, Navarro e Ricky foram monstruosos. Mereceram a conquista os espanhóis, visto que foram os melhores entre os "normais". Os EUA se mobilizaram e fizeram o que tinham de fazer, nada mais. Dwyane Wade foi o melhor dos melhores. Incrível o jogo americano.

Até mais!

Loucos por F-1 disse...

A equipe americana se portou de forma diferente durante todo o torneio e sem dúvidas nenhuma recuperou o prestigio de sua seleção que estava por baixo durante os últimos anos.

Desculpe pela minha ausência em seu Blog! Estou envolvido em meu projeto final na faculdade e o tempo está cada vez menor.

Abraços!

Leandro Montianele

Leandrus disse...

Finalmente um time jogou realmente de igual para igual contra os EUA. Contra LeBron, Bryant, Wade e cia, vitória só é possível se o time não bobear em momento algum e ter um grande índice de acerto. A Espanha até foi muito, muito bem, mas os EUA foram competentes como sempre, realmente estavam com vontade de vencer (viu Brasil/futebol masculino?) e conseguiram conquistar o ouro.

André Augusto disse...

Torci pra Espanha. O tal do Rúbio arrebentou. Mas faltou um pouco de sangue frio aos espanhóis.

Abs!

Marcos Garcia disse...

Assisti meio durmindo, mas já era obivia a vitória dos americanos, nivel tecnico muito acima dos rivais.

Fábio Andrade disse...

Sem zebras dessa vez...