Rainhas da praia

00:42 Net Esportes 4 Comments

Líderes do ranking e consideradas como uma das melhores duplas de vôlei de praia dos últimos anos, Kerry Walsh e Misty May-Treanor, ou simplesmente Walsh e May, são as atuais campeãs olímpicas e chegaram à Pequim com status de favoritas, treinaram até com o presidente George W. Bush e nas areias do Chao Yang Park, maior arena já construída para a modalidade, deram um verdadeiro show, não perderam nenhum set e foram coroadas como as rainhas da praia.

O jogo final contra a dupla local Tian Jia e Wang, foi duro e serviu para provar a força das norte-americanas que não deram chances para ninguém no torneio, no caminho ainda eliminaram duas duplas brasileiras, Larissa, que jogou no sacrifício ao lado de Ana Paula já que sua parceira oficial Juliana não se recuperou da lesão no joelho, e também a surpresa Talita e Renata, que ainda tinham chances de bronze mas perderam para outra dupla chinesa, Xue e Xhang Xi que contaram com muito apoio do público em um dia muito chuvoso na capital chinesa.

Depois de um ouro, três pratas e um bronze, foi a primeira vez que o Brasil saiu sem medalhas no vôlei de praia feminino que é disputado desde Atlanta 1996, Já Walsh e May se tornaram a primeira dupla bi-campeã olímpica na recente história da competição em Olimpíada, e no confronto direto entre EUA e China, onde o país anfitrião está levando uma enorme vantagem na classificação por medalhas de ouro, os norte-americanos levaram a melhor e víram sua bandeira subir no meio de duas chinesas, coroando de maneira brilhante duas rainhas que jogaram com extrema perfeição e deram um grande show nas areias de Pequim. (Fotos: Jamie Squire/Getty Images)

-
PEQUIM 2008

4 comentários:

Acabo de linkear tu página, que me pareció muy buena, con la mía.
Un abrazo

Emiliano
www.lacalderadeldiablo.blogspot.com

Vinicius Grissi disse...

É uma dupla que eu gosto muito de assistir. As duas são muito boas e atingiram um entrosamento impressionante.

Leandro disse...

Elas deram um show mesmo e confirmaram o enorme favoritismo que foi depositado nelas.
No pódio, a Walsh era a mais contente, pelo menos a que mais se mostrou feliz. Ela estava abestalhada de tanta felicidade. Foi bonito vê-la comemorar assim.
Abraço

Marcos Garcia disse...

Sem chances para qualquer dupla que cruzasse o caminho das norte-americanas, elas jogam demais, não dão chance alguma as adversarias, é um ouro mais que merecido.

Que pena que nesta Olímpiada não virá para o Brasil,pela primeira vez, uma medalha na modalidade feminina.

www.classeaesportes.blogspot.com