Golden boy

11:33 Net Esportes 6 Comments

Desta vez nada de olhar para o lado, abrir os braços, bater no peito e diminuir a velocidade antes da linha de chegada, desta vez ele manteve o ritmo e se esforçou até o final, Usain Bolt confirmou de forma contundente o favoritismo e levou os 200m rasos depois de ter vencido os 100m rasos, mais uma vez com recorde mundial e mais um feito histórico em Pequim.

O 'Golden Boy', que corre com sapatilhas douradas, se tornou o nono atleta a vencer na mesma edição dos Jogos tanto os 100m quanto os 200m, algo que não ocorria desde Los Angeles 1984 quando o lendário Carl Lewis conseguiu a façanha, mas Bolt foi mais além do que o norte-americano, se tornou o primeiro em toda a história a vencer as duas provas com dois recordes mundiais.

A marca de 19s30 obtida pelo jamaicano superou a de Michael Johnsson, que era de 19s30 registrada em Atlanta 1996, na ocasião o atleta dos EUA venceu também os 400m rasos. Bolt comemorou muito com seu jeito irreverente de sempre "Eu me divirto nas pistas e gosto de brincar bastante com o público, não menosprezo os adversários" disse o atleta que completa 22 anos de idade amanhã e inicia agora uma luta para provar que não corre dopado.

Bolt mais uma vez dançou e festejou muito com o público que lotou o estádio olímpico, no meio da alegria ouviu o 'parabéns pra você' que tocou no 'Ninho do Pássaro', ao seu lado e muito feliz estavam o medalhista de prata Churandy Martina e o de bronze Wallace Spearmon , porém a alegria dos dois durou pouco, o norte-americano foi informado ainda na pista que havia invadido a raia ao lado da sua e fora desclassificado, duas horas mais tarde Martina perdeu sua posição pelo mesmo motivo. Assimn a prata foi para Shawn Crawford e o bronze ficou com Walter Dix. (Foto: Jed Jacobson e Mark Dadswell/Getty Images)

-
PEQUIM 2008

6 comentários:

Leandro disse...

Na hora de quebrar o recorde de Michael Johnson, Bolt mostrou seriedade. Parece até que ele guardou o melhor para o final.
Gosto dessa irreverência dele, acho engraçada. Aliás, gosto dos fodões (desculpa a palavra, mas é a que traduz melhor) que controlam a situação e confirmam que são fodões mesmo no final. E por isso gosto do Usain Bolt.
Abraço

Marcos Garcia disse...

Só pra confirmar que ele é o cara, não tinha pra ninguém, ganhou com sobra novamente, com novo recorde mundial, mas sem gracinhas.

blogguardrail disse...

I-M-P-R-E-S-S-I-O-N-T-E!!!

Daniel Leite disse...

Bolt foi fantástico. Ter vencido brincando nos 100m, quebrando recorde, foi incrível. Ainda mais porque provou ser completo. Creio que todos são inocentes até que apareçam provas para desmentir. Bolt e Phelps são gênios.

Até mais!

Morbeck disse...

POr que o Brasil não consegue criar campeões? Parabéns ao Cielo por ser a exceção à regra.

Warley Morbeck
http://flamengoeternamente.blogspot.com/

Fernando Gontijo disse...

Se ele não for um fenomeno dopado, axo q vai merecer um lugar no seu hall da fam de campeões n é msm?
^^