Dia dos hermanos

17:15 Net Esportes 6 Comments

Paula Belen Pareto, logo no primeiro dia dos Jogos Olímpicos viveu um grande drama no judô, havia dado um golpe no final da luta que foi creditado para sua adversária, reunião dos juízes e em sua cabeça só pensava uma coisa "Foi eu, meu Deus foi eu", e então o erro foi corrigido e a atleta argentina conseguiu uma honrosa medalha de bronze, a primeira do país na modalidade.

Depois disso os hermanos acabaram apagados, mas um novo dia de glórias foi vivido por eles quando a medalha de ouro saiu para a dupla Juan Curuchet e Walter Fernando Perez no ciclismo de pista, onde derrotaram os espanhóis Joan Llaneras e Antonio Tauler após 200 voltas na prova de madison, um grande prêmio para Curuchet que disputou sua sexta Olimpíada aos 43 anos de idade.

Mas as alegrias não pararam por aí, mais tarde foi a vez de brilharem no futebol, justamente contra quem mais adoram ganhar, o Brasil, vencendo a partida por 3 a 0 com um verdadeiro baile em campo, o ex-jogador Maradona disse que nunca viu o Brasil tão pequeno, jogando tão recuado, e chorou quando recebeu a camisa e a braçadeira de capitão usadas por Riquelme que disse a ele "Você nunca deveria te-las tirado".

A Argentina sonha em ganhar o bi-campeonato olímpico no futebol e levar o ouro que o Brasil jamais viu em toda a história, o adversário será a Nigéria e as esperanças dos hermanos são bem grandes, já que o mesmo bi-campeonato olímpico no basquete masculino parece muito mais distante, visto a enorme superioridade dos EUA, mesmo assim Messi, Aguero, Curuchet e Perez já tem um dia de Olimpíadas para recordarem eternamente. (Fotos: Ricardo Mazalan/AP e Martin Bernet/AFP )

-
PEQUIM 2008

6 comentários:

Leandrus disse...

Que dia histórico: medalha de ouro para um atleta de 43 anos e um sonoro 3 a 0 no maior rival no futebol, que estava engasgado desde os 4 a 1 da Copa das Confederações de 2005.

A Argentina deve ganhar o ouro no futebol: mérito para quem também prioriza as categorias de base, como vemos na hegemonia recente da seleção sub-20 e nos resultados das últimas Olimpíadas.

Fábio Andrade disse...

Sobre o futebol olímipico brasileiro há um dado: talvez a seleção masculina tenha perdido a última chance de sagrar-se campeã em uma Olimpíada. Fiquei sabendo que a FIFA tem intenção de retirar o futebol do jogos. Logo nós brasileiros, tão orgulhosos de nosso futebol, ficaremos sem esse título...

Vinicius Grissi disse...

A Argentina vai voltar com o bi olímpico. E a gente? Fica aqui chupando dedo. Eles tiveram tudo que não tivemos. Planejamento e gana de vencer.

Acho os Argentinos "raçudos" que vão atrás do que querem.
Parabéns a eles, que infelizmente vivem num país em crise constante, mas que mesmo assim sabem horar a bandeira!

Marcos Garcia disse...

Um dia de glórias argentinas e que glórias!!

Gracias por pasarte por el blog. Lamentablemente hoy es un día triste por la eliminación de Independiente de la Copa Sudamericana, pero bueno, habrá que seguir viendo las olimpíadas y pensar en el clásico con racing que jugamos el próximo domingo.
Un abrazo

Emiliano