Histórias do Basquete I

14:38 Net Esportes 8 Comments

Os EUA já mais imaginaram que pudesse ocorrer um dia, mas em 23 de Agosto de 1987 eles foram derrotados em casa no esporte que se consideram os melhores do mundo, coube ao Brasil a realização da façanha histórica que rendeu a medalha de ouro nos jogos Pan-Americanos, o herói do jogo Oscar Schmidt não conteve a emoção, desabou na quadra chorando e depois sorriu muito com a maior alegria de sua carreira.

Favoritos, os norte-americanos do técnico Denny Crum até dominavam o jogo como de costume, tinham 20 pontos no intervalo mas na volta tudo mudou, baixou um santo em Oscar que começou a acertar todos os lances, de qualquer parte da quadra, mesmo com três jogadores que passaram a lhe marcar o Brasil não parou de evoluir na partida, pois contava ainda com Marcel.

O placar elástico terminou 120 a 115, Oscar foi o cestinha com nada menos que 46 pontos e só Marcel ainda marcou outros 31, os mais de 16 mil torcedores que estiveram presentes no Market Square Arena, em Indianápolis, presenciaram o início de grandes mudanças no basquete norte-americano, essa derrota junto com a eliminação nas Olimpíadas no ano seguinte decretaram a entrada dos profissionais na NBA na Seleção dos EUA.

Assim eles voltaram a dominar o basquete por alguns anos seguintes, já o Brasil seguiu bem em Pan-Americano mas em Olimpíadas nunca foi muito longe, decadente aos poucos passou a ficar fora do grande evento esportivo após a aposentadoria do 'mão santa' Oscar, porém jamais se esqueceram do dia que entraram para a história em uma das maiores zebras que o basquete já viu em todos os tempos. (Foto: Arquivo)

8 comentários:

Eli receitas disse...

Grande Oscar Schmidt já não é atôa que é chamado de (mão santa).

Cara meu professor tem esse jogo gravado, muiiiiiiiito bom, eu sou fã de basquete, e por isso contra os atletas frescos e nada patrioticos do brasil, estrelinhas que chegaram ao patamar máximo virando as costas pras origens, eu realmente sou muito fã de baskete principalmente do tempo do Oscar, tomara que um dia aparece mais algum loco disposto a quebrar o talo dos norte-americanos.

é isso

Fique com os Deuses do Rock and Roll.

douglasfert disse...

Recordar é viver....
Relembrar é saber
E estudar a história é essencial.


Ponto alto do Blog ao falar sobre a história dos esportes.

Parabéns!

VINNY disse...

Vendo o nosso basquete hj, fica dificil imaginar o que o Brasil ja fez isso...

greatdj disse...

Foi uma das poucas vezes que derrotaram o invencivel time americano!
Para eles, basquete é como futebol no Brasi.

IMpressionante o que a "mão santa" fez

Eu assisti esse jogo ... foi emocionante ... Oscar jogou muuuuito e ganhou o respeito do mundo inteiro depois deste jogo.

Vinicius Grissi disse...

Esta atuação do basquete brasileiro é realmente memorável.

Alexandre Silva disse...

Esse é um dos momentos que eu não vi mas gostaria mto de ter visto. Como nasci em 86 só sei por relatos, como o seu.
Mas o mais interessante é notar, como que o basqeute brasileiro morreu em pouco tempo. De uma geração dessas pra de hj... é lamentável. Daqui a 4 anos novamente estarems lamentando a ausência do basquete nas olimpíadas, mas dessa vez nas 2 categorias...
Pra quem gosta de basqeute, é triste ver um esporte "acabar" assim no Brasil
ABraço
http://falandoprasparedes.blogspot.com/