Histórias do Triathlon I

09:18 Net Esportes 8 Comments

Consta que o Triathlon era praticado como complemento de treinamentos desde o início e meados dos anos 70, era parte de uma elaborada planilha de treinadores de San Diego, mas o surgimento oficial da modalidade que ganhou adeptos em todo o mundo partiu de um desafio inusitado, proposto em um banquete realizado no Waikiki Swim Club, no Havaí, em Outubro de 1977.

As personalidades locais discutiam sobre qual sería o maior desafio esportivo do mundo, dentre as opções estavam enfrentar as imensas dificuldades da ilha, como o forte calor e um dos mais ardentes vulcões do mundo, realizando provas como a maratona de Honolulu e seus 42.195 Km, a volta ciclistica de Oahu, com 180 Km, ou a Waikiki Rough Water Swin, prova de natação com aproximadamente 3.8Km. Então John Collins teve a idéia, por que não fazer tudo de uma vez só.

O que parecia uma loucura acabou virando realidade na manhã fria e chuvosa do dia 18 de Fevereiro de 1978, quinze homens, sendo em sua maioria militares da força naval, se apresentaram para o grande desafio, muitos pararam pelo caminho para dormir ou beber em algum bar, mas o fuzileiro Gordon Haller, de 27 anos, foi até o final e completou o doloroso desafio em 11 horas, 46 minutos e 58 segundos.

Surgia então o primeiro homem de ferro da história, a prova recebeu o nome "Triathlon Ironmam" e passou a ser conhecida em todo o planeta, ganhou distâncias mais curtas e manteve sempre o grande desafio do Hawaii como seu maior evento em cada ano, que já em 1980 contava com a participação de 180 atletas e não parou de crescer, hoje em dia o limite é de 1.500 participantes e diversas seletivas ocorrem ao redor do mundo, onde cada triatleta sonha em ser um Haller, um verdadeiro ironmam. (Foto: Arquivo)

8 comentários:

blog disse...

Coisa de americano.
Gosto disso: essas marcas absurdas, esses recordes insofismáveis.
Coisa de americano mesmo.
Nem imaginava que a origem era havaiana.

DuDu Magalhães disse...

Acho extremamente perfeito e corajoso esse esporte!

*.*Allegr!a*.* disse...

Aos homens a imensa capacidade de surpreender e superar.
Aos admiradores as palmas, o orgulho e a certeza de que somos mesmo muito mais do que podemos imaginar.
Seja pelo esporte, seja pelas atitudes, somos todos iguais, e poucos nos mostram como é bom ser diferente positivamente.

Abraço!

•Natalinha• disse...

triathlon é só pra quem tem habilidade [/maísa]

Marcel Jabbour disse...

Post bem bacana! Coisa de louco! Quase 12 horas!?!?

Net Esportes adicionado lá no Diletra!

Abraços

diletra.blogspot.com

Bruna Cabral disse...

É, seu blog é uma boa fonte de informação pra quem gosta de esportes...
Parabéns!
www.oquevocequerserquandocrescer.blogspot.com

Daniel Leite disse...

Os praticantes desta modalidade são heróis. A resistência e a polivalência precisam ir ao mais alto grau. Pior mesmo é para quem ganha a vida com o decatlo!

Até mais!

Vinicius Grissi disse...

11 horas é muita raça! Não é pra mim não...