Internacional, nem tanto

12:15 Net Esportes 0 Comments

Chegando ao 18º ano consecutivo, o Triathlon Internacional de Santos é uma das principais provas da modalidade no Brasil, porém mesmo mantendo o nome que lhe dá maior status, a disputa há algum tempo já deixou de contar com as grandes feras do exterior, que dominavam tanto no masculino como também no feminino.

A briga nos primeiros anos era tão intensa que a melhor triatleta brasileira, Fernanda Keller, jamais foi campeã dessa competição, quem dominava era a australiana Michelle Jones com cinco vitórias, e a canadense Carol Montegmoery que triunfou em três oportunidades. Já no masculino o brasileiro Leandro Macedo venceu uma, mas os norte-americano dominavam e o argentino Oscar Galindez faturou sete vezes o primeiro lugar.

A prova masculina só voltou a ser vencida por um brasileiro em 2007, quando começou a escassez de gringos, já no feminino o Brasil vem aproveitando a falta de adversárias desde 2003, onde só em 2007 uma alemã conseguiu ser melhor que as atletas locais, quem mais aproveitou o momento foi Carla Moreno, que neste domingo conseguiu pela quarta vez cruzar a linha de chegada na frente.

No domingo nublado que depois viu o sol surgir quando a disputa já estava quase acabando, os únicos dois estrangeiros do Triathlon, que já não é mais tão internacional quanto já foi, foram ficando para trás, assim o olímpico Reinaldo Colucci tratou de quebrar a sequência de duas vitórias do compatriota Paulo Miyasiro, e comemorou com a bandeira do seu clube, já que a do Brasil servia para qualquer um dos cinco primeiros tanto do masculino quanto do feminino. (Foto: Divulgação)

- INTERNACIONAL DE SANTOS

0 comentários: