Chuva de gols na África

15:16 Net Esportes 3 Comments

Começou a Copa das Confederações na África do Sul, e com ela o mundo se contagiou com toda a alegria e festa dos sul-africanos, que dançam, cantam e comemoram muito nas arquibancadas, só não ficaram mais felizes porque a sua Seleção não conseguiu sair do zero a zero contra os destemidos iraquianos, porém se os torcedores que lotaram o Ellis Park Stadium, em Joanesburgo, não viram a rede balançar, o mesmo não se pode dizer dos que foram aos outros estádios.

O primeiro tempo não tinha nem vinte minutos jogados, mas o placar já apontava três a zero para a Espanha contra a pobre Nova Zelândia, sendo os três gols marcados por aquele que quem sabe um dia ainda será eleito o melhor do mundo, Fernando Torres, e enquanto a torcida fazia mais danças coreografadas e engraçadas por todo o Royal Bafokeng Stadium, Fábregas e David Villas ampliavam o marcador, e mostravam que a atual campeã européia não viajou até outro continente à toa, o obejtivo é mesmo levar o título.

Quem poderia talvez ser o grande rival da Espanha? O Brasil é claro, campeão da América que vem muito bem nas Eliminatórias para a Copa, que tinha tudo para repetir o feito dos favoritos um dia depois, mas o Egito, campeão africano, não é como a Nova Zelândia, e enfrentou o time de Dunga de igual para igual. Gols não faltaram na partida realizada no Free Stadium, nada a menos que sete, sendo quatro do Brasil, que só conseguiu a vitória com um pênalty quase não marcado aos 45 minutos do segundo tempo.

O Brasil jogou mal mas um empate teria sido pior, isso porque jogando em Petrória a Itália mostrou suas garras e fez sua parte, vencendo os Estados Unidos por 3 a 1 de virada, em mais um jogo onde o que não faltou foram os gols, para mais alegria e mais festa dos animadíssimos torcedores, que não param de tocar suas inervantes cornetas durante todo o jogo, na bela Copa das Confederações, que é a prévia da Copa do Mundo, um pequeno ensaio para o maior campeonato de futebol do planeta, talvez até sem muito valor, mas que está sendo visto por todo o mundo, que já começa sua contagem regressiva com imensa expectativa. (Foto:Laurence Griffiths/Getty Images)

3 comentários:

André Augusto disse...

A defesa brasileira esteve mal e o Egito é um time mais técnico, ao contrário dos times fortes da "África Negra", mas velozes e habilidosos. Uma vitória no sufoco, com más atuações de Robinho, Kléber e Elano, principalmente. Mas os três pontos caíram do céu.

Leandrus disse...

Cara, essa "cornetada" durante os jogos me dá agonia, eu sempre entendi que corneta era pra desconcentrar o adversário, não para ajudar o time local! Enfim, é bom eu me acostumar agora pra assistir a Copa ano que vem...

Tentei ver o jogo da África do Sul, mas a qualidade dava pena, então deixei pra lá. Vi o do Brasil todo e me decepcionei com o péssimo segundo tempo, bem diferente da etapa inicial. Tudo bem que foi o primeiro jogo, mas a Seleção teve um apagão como há tempos não se via, até pq quando o time de Dunga conseguia uma vantagem confortável ele conseguia segurar o bom resultado, ao contrário de hje. Fica o alerta para os próximos jogos.

Vinicius Grissi disse...

Quem só viu aquela pelada da Africa do Sul não sabe o que perdeu. E foi só o início. Muitas goleadas ainda devem sair nesta primeira fase.