Italianos bons de moto

14:28 Net Esportes 0 Comments

Nascido em Brescia no ano de 1942, o italiano Giacomo Agostini iniciou sua carreira no mundo da motovelocidade em 1964, correndo na categoria 25occ, no ano seguinte passou a disputar simultâneamente a categoria 350cc e 500cc, assim não demorou muito para vir a primeira vitória, ocorrida no GP da Alemanha onde pilotava uma MV Agusta, tinha início ali o recorde de maior número de triunfos da história das corridas de moto, um total que chegou a 122 primeiros lugares.

Giacomo correu até o ano de 1977 e jamais viu alguém chegar próximo do seu incrível recorde, o espanhol Angel Nieto tentou, conseguiu 90 vitórias, bem longe até da grande marca de 100 vitórias, porém um outro italiano resolveu aparecer para mostrar que o país revelaria mais cedo ou mais tarde mais um talento sobre as duas rodas, Valentino Rossi, já consagrado com oito títulos mundiais, ele chegou finalmente neste sábado à sua 100ª vitória na carreira, e promete mais.

Desde a época de Giacomo Agostini até hoje os tempos mudaram muito, as 500cc passaram a ser chamadas de Moto GP, ninguém disputa mais de uma categoria no mesmo ano, porém ele tem a seu favor o fato de que naquela época menos provas por ano eram disputadas, correu durante 14 anos e disputou 186 corridas, foram 159 pódios com 1493 pontos, conseguiu a grande façanha de levar para a casa 15 títulos mundiais, marca mais difícil de ser alcançada do que a de vitórias.

Rossi já declarou que quer alcançar e superar o número de 122 vitórias de Agostini, e como após a a vitória de hoje no GP Holanda ele assumiu a liderança do campeonato, quem sabe o número de títulos também não passe a ser um objetivo do motociclista, porém é bem improvável que ele ganhe nesta e nas próximas seis temporadas, pois já está com 30 anos de idade e os mesmo 14 anos de carreira do compatriota, sendo que disputou 217 corridas com 157 pódios, além de um total de 3785 pontos, números que no mínimo comprovam como os italianos são mesmo bons de moto. (Foto: Reuters)

0 comentários: