O Brasil que vale ouro

10:46 Net Esportes 2 Comments

Uma criança que sorri alegremente, um jovem que alimenta seus sonhos, a esperança pode um dia se tornar realidade para os futuros atletas do Brasil, ver grandes vencedores, grandes campeões e medalhistas nas Olimpíadas de 2016 pelo menos nas modalidades de judô, natação e atletismo é o grande intuito da Fundação Vale, que através do programa 'Brasil Vale Ouro' está dando uma nova cara para a base do esporte no país, visando desenvolver os nossos futuros heróis olímpicos.

Eduardo, Mariana e tantos outros talentos mirins tiveram suas rotinas diárias completamente modificadas, a lição de casa vem em primeiro lugar, ter uma boa educação e seguir sempre focado nos estudos é uma das grandes obrigações do jovem atleta, mas depois dos deveres é hora de treinar, tudo dentro do limite de cada um, mas todos muito contentes e conscientes de que se o esforço e os objetivos forem alcançados, eles podem ser iguais aos seus ídolos, eles podem um dia conseguir também vencer como aqueles em que se espelham.

A primeira
Estação Conhecimento já está pronta, funciona em Tucumã, no sudeste do Pará, envolve jovens entre 7 e 19 anos não só nas áreas de esportes, mas também na cultura e educação, buscando suas potencialidades físicas, emocionais e intelectuais. Assim nas bonitas e novas instalações, todos abrem um sorriso de satisfação e alegria, momentos que fazem seus sonhos, expectativas e esperanças estarem mais vivos do que nunca.

Enquanto só se fala de futebol em qualquer mídia do Brasil, enquanto um ou outro atleta se destaca em Olimpíadas devido ao seu grande esforço individual, a Vale vai fazendo o seu papel, o programa 'Brasil Vale Ouro' quer provar que para se conseguir grandes vencedores é mais do que primordial que se invista na base, na formação do atleta, do jovem atleta que mais cedo ou mais tarde vai acabar mostrando do que é capaz, e no meio dos mais de 30 mil que o projeto visa beneficiar em mais de seis estados, os grandes campeões vão surgir, e encher de orgulho a nação que por eles irá torcer muito sem dúvida. (Foto: Divulgação)

2 comentários:

Fabíola disse...

Não entendo muito de esportes. Mas sempre ouvi falar que o Brasil não oferece nenhum apoio fonanceiro a seus esportistas. Então, achei interessante a iniciativa dessa fundação, sobretudo o trabalho deles lá no Pará, um Estado brasileiro tão carente de uma maior atenção política. É bom que esse trabalho seja desenvolvido lá, principalmente nas áreas mais carentes a fim de impedir que crianças vão para o mundo do crime por falta de perpectiva no mercado de trabalho. Sim porque praticando algum esporte, elas poderão fazer dele, futuramente, uma profissão, o que é muito bacana. Trará benefícios para ela e orgulho para o Brasil.

Loucos por F-1 disse...

Aliar cultura, educação e esporte é o maior trunfo para que cidadãos atletas sejam formados. Não basta apenas treinar, pois os estudos sempre têm que ficar em primeiro lugar. Não tennho dúvidas de que o investimento deve ser feito na base, é lá que estão os futuros campeões.

Abraço!

Leandro Montianele