Finalmente Barrichello

10:59 Net Esportes 4 Comments

O sorriso ele não consegue conter, tamanha emoção já havia sido impossível de segurar quando ainda estava de capacete dentro do carro, Rubens Barrichello está suando demais sob o forte calor de Valência, mas está no ponto mais alto do pódio após uma corrida brilhante, sua última conquista havia sido em 2004 quando ainda era piloto da Ferrari, mas este ano viu uma reviravolta na Fórmula e uma nova chance de ser o melhor, finalmente conseguindo o feito quando ironicamente era o único piloto brasileiro na pista do GP da Europa.

A décima vitória do veterano piloto podia já ter acontecido este ano, porém se viu injustiçado em algumas atitudes da equipe e também sofreu com erros dos mecânicos em momentos cruciais, desta vez porém as coisas foram diferentes, não houveram erros e também não houveram riscos, Barrichello largou em terceiro e andando rápido com uma estratégia perfeita superou os carros da McLaren, Rubinho finalmente alcançou a vitória mais uma vez na categoria máxima do automobilismo, a histórica 100ª vitória de um brasileiro na Fórmula 1.

Na praia uma multidão e nas águas enormes iates, muitas mulheres bonitas e gente feliz, Valência tem uma ponte ao invés de um túnel, mas seu sonho é ser igual ao GP de Mônaco, talvez falte um pouco mais de glamour e sem dúvida muito mais charme para tanto, porém algo já se pode antecipar do circuito de rua que teve sua segunda edição neste ano, só brasileiros venceram por lá, Rubinho neste ano e Felipe Massa no ano passado, piloto que esteve ausente devido ao acidente sofrido nos treinos da última corrida, e que foi susbstituido por um italiano que não conseguiu se encontrar em nenhum momento.

Barrichello vence e Button com um modesto sétimo lugar segue líder do campeonato, diminuindo a diferença o brasileiro ainda pode sonhar, Lewis Hamilton sofreu com o erro bizarro da equipe e ficou em segundo, pior para Kovalainen que sem erros ficou em quarto, mas ninguém conseguiu ser pior que Luca Badoer, o piloto que caiu de paraquedas na Ferrari depois da desistência de Michael Schumacher largou em último, rodou, foi ultrapassado nos boxes e ainda passou na linha branca quando saia dele, uma lambaça atrás da outra, porém pelo menos cumpriu o prometido, não batendo em ninguém. (Foto: Juan Carlos Cedenas/EPA via Fotoglif)

4 comentários:

Loucos por F-1 disse...

O Barrichello foi brilhante durante toda a corrida, andou forte o tempo todo para superar as McLarens. Rubinho entrou para a história do automobilismo nacional com esta centéssima vitória na Fórmula 1.

Abraço!

Leandro Montianele

Alexandre Silva disse...

Só assim pra ele entrar pra 'história' do automobilismo brasileiro né. Agora a Teoria da Conspiração do Darth Vader contra ele não funcionou. Pelo menos ele ganha agora pra parar com aquela choradeira que a gente vê todo final de corrida que sempre tem alguém conspirando contra sua magnífica capacidade de gênio do automobilismo...
Bão pra ele

Ron Groo disse...

Bom...
Eu, e eu disse EU, não gosto do 1B, assim como sendo santista não gosto do Corinthians, ou São Paulo ou Palmeiras, e não vou ficar feliz por suas vitórias.
Por mais justas que sejam.

E esta até foi, pelos proprios méritos de ter feito o que dele se espera: Acelerar.
E pelos outros que se embananaram, leia-se Hamilton já que Kova é um daqueles pilotos que não fazem diferença nenhuma em nada...

Willian disse...

Hoje o azar mudou de lado. Mas eu acredito que o Rubens venceria de qualquer forma...