Câmbio e depois motor

18:05 Net Esportes 4 Comments

Acabou a força da Force India, e se não bastasse isso ainda faltou sutileza para Adrian Sutil que causou um acidente que resultou na entrada do Safety Car na pista, mas nem por isso houve qualquer vantagem para seu companheiro Vitantonio Liuzzi, apenas o 14º colocado na corrida noturna de Cingapura, uma corrida onde aparentemente não houve uma nova e triste manipulação de resultado, porém mais uma vez a bandeira amarela e o carro de segurança fizeram a diferença, mesmo que para o líder do campeonato e não o vencedor do dia.
F1 Grand Prix of Singapore - Race
As coisas não estavam nada boas para Jensen Button, que laragva em uma posição ruim e ainda via seu companheiro de equipe e rival direto na briga pelo título ficar à sua frente, porém o final de semana também não era de Rubens Barrichello, ele trocou o câmbio que estava comprometido desde o GP da Bélgica, perdeu cinco posições no grid de largada e ainda viu o inglês mudar a estratégia durante o Safety Car antecipando sua parada, se não bastasse isso o brasileiro ainda voltou a ter problemas na segunda parada.

Não foi o câmbio desta vez e nem a mangueira de combustível como a de Alguersuari, que relembrou o episódio de Felipe Massa no ano passado, os patrocinados pela Red Bull saíram juntos da corrida depois que Webber bateu com problemas no freio, porém mesmo não tão grave o problema de Rubinho foi talvez até determinante, o motor morreu e ele perdeu um tempo crucial, suficiente para o companheiro conseguisse ficar logo à sua frente, em quinto, e com mais um ponto de vantagem na liderança restando apenas três corridas para o fim.

Sem Nelsinho Alonso dedicou o terceiro lugar para Flávio Briatore, um agradecimento por tantos anos trabalhando junto com o italiano, talvez até devido ao fato que a Ferrari está lhe abrindo as portas de vez, ele deve ter ficado feliz pela posição e também por ter ficado livre no caso da armação de resultado, mas talvez não tanto quanto Timo Glock, da Toyota, que terminou em uma excelente segunda colocação, e também Lewis Hamilton, que conseguiu mais uma boa vitória, uma vitória sem qualquer ajuda de companheiros que batem o carro. (Foto: Clive Mason/Getty Images via PicApp)

4 comentários:

Patrick Araújo disse...

Depois dessa corrida, achu q o Rubinhu está caminhando para o seu Tri Vice.

Alonso foi mto marketeiro em ter homenageado o seu terceiro lugar pro mafioso Flavio Briatore.. rsrsrsrsr

mais vamus ver o q rola durante o campeonato!

Abraçossssss

Jessica Corais disse...

Acho que o título já foi decidido. As coisas depois dessa corrida ficaram muito dificeis para o Rubinho.

Pena =/

Abraços, Jessica Corais

Loucos por F-1 disse...

O GP de Cingapura poderia ter sido diferente para Barrichello, mas os problemas entram em cena novamente. O campeonato poderá ser decidido já no Japão, veremos o que vai acontecer. Hamilton venceu fácil, a McLaren rende bem em circuitos de baixa velocidade.

Abraço!

Leandro Montianele

Ron Groo disse...

Acho que é mais uma desculpinha do ruimbinho esta do motor.

E o Alonso é mesmo o filho predileto de BriaSafatore.