Disputa muito acirrada

14:20 Net Esportes 3 Comments

No próximo dia 2 de outubro as atenções do esporte estarão voltadas para a cidade de Copenhage, na Dinamarca, palco da escolha da sede dos Jogos Olímpicos de 2016, que contará com uma briga muito acirrada entre quatro candidatas: Chicago, Madri, Rio de Janeiro e Tóquio, todas com chances de vencer, todas com pontos favoráveis e contras, todas sonhando em ter a maioria dos 115 votos, mesmo que seja por uma diferença de apenas dois como prevê o presidente da entidade Jacques Rogge.

President Obama plays with light saber during Olympic event at White HouseTodos elaboraram seus livros de candidatura da melhor maneira possível, todos fizeram grandes campanhas e usaram dos mais diversos artifícios, mas mesmo assim na reta final sempre é bom aparecer um pouco mais, por isso o presidente dos EUA Barack Obama, junto com sua esposa que também está trabalhando muito no processo para que Chicago seja escolhida, reuniu atletas olímpicos e paraolímpicos na Casa Branca, e acabou roubando a cena ao duelar com o esgrimista Tim Morehouse usando um 'sabre de luz' referente ao filme "Star Wars".

Obama já disse que não poderá ir à Compenhage, e o COI aguarda que o novo primeiro-ministro do Japão, Yukio Hataiama, venha representar seu país, que diferentemente do antigo rival de Guerras preferiu uma cerimômia mais simples e mais contida para manter firme a sua campanha em busca de sediar as Olimpíadas pela segunda vez em Tóquio, o palco de 1964 que tem tudo e mais um pouco para ser escolhida, porém sofre muito com o pequeno apoio popular que recebe, fato que poderia até ser ignorado, já que o mundo inteiro voltará suas atenções para lá.

O Rei Jan Carlos, da Espanha, e o presidente do Brasil Luiz Inácio Lula da Silva, já confirmaram suas presenças na cerimônia daqui a cerca de duas semanas, Madri sonha em ser escolhida depois de ser derrotada quando concorreu para 2012 e o Rio de Janeiro também tem suas esperanças para ser a primeira sede sul-americana de toda a história, um ponto positivo que se antepara aos negativos, hospedagem e transportes, fatores que o COB espera corrigir até 2016, sendo que o que não espera assim como os concorrentes é ser um dos três mais frustrados de todos nessa disputa tão acirrada. (Foto: Roger L. Wollenberg/Newscom via PicApp)

3 comentários:

Foi uma grande jogada de marketing de Chicago em sua campanha para a candidatura de ser sede olimpica, sendo que eles tbm divulgaram mto o apoio do nadador q bateu o recorde olimpico em ganhar medalhas, o Michael, para os americanos o filme dele n queimou mto em ter utilizado a maconha.

No Brasil, o Rio divulgou q Cielo está apoioando, entretanto, naum vemos o Lula fazendo esse tipo de marketing para o Rio. Será q ele está tão interessado? Pq é o ultimo ano dele né... Quem sabe...

Abraçossssssss

Leandrus disse...

Vamos ver como o Rio vai se sair dessa vez. A cidade mostrou com o Pan que pode fazer algo decente, mas ainda precisa melhorar em diversos aspectos.

E se ganhar, já digo logo: espero que as instalações não fiquem paradas após a competição, como aconteceu com a maioria das do Pan...

Ateh!

Vinicius Grissi disse...

Confesso que ainda não formei opinião a respeito. Não sei se seria uma boa um evento deste porte vir para o Brasil. Queria ver primeiro como vai ser a Copa do Mundo.