Um último adeus a Henry

09:05 Net Esportes 3 Comments

O olhar fica distante, o expressão de tristeza e desconsolo são inevitáveis e, as lágrimas escorrem pelo rosto de alguns dos jogadores do Cincinnati Bengals antes da partida contra o San Diego Charges, é hora de fazer um minuto de silêncio e homenagear Chris Henry, jogador da equipe que faleceu na semana passada aos 26 anos de idade, todos lamentam o fim banal de sua vida após uma briga com a namorada, onde teria caído de um carro, mas infelizmente a vida acaba para alguns e continua para muitos outros, é preciso levantar a cabeça e jogar.
Cincinnati Bengals v San Diego Chargers
Os jogadores respiram fundo e vão para cima do adversário que atua em casa e sai na frente, mas no início do segundo quarto Carson Palmer lança para Chad Ochocinco que marca um belíssimo touchdown para o Bengals, ele se ajoelha na end zone e aponta para o céu, mostra a parte de trás do capacete onde assim como em todos os companheiros está o número 15 de Chris Henry, o momento é emocionante e de arrepiar, a homenagem é sincera, assim como o abraço entre os jogadores que choram de imensa tristeza em uma hora que poderíam sorrir de imensa alegria.

A tristeza do Cincinnati Bengals vai durar muito tempo mas o que era para ser um alegria tem um fim mais rápido do que eles imaginavam, o San Diego reage e vira o placar para 24 a 13, todos parecem esquecer do jogo e pensar que na próxima terça-feira estarão no funeral de Henry e terão certeza que ele se foi realmente, mas antes disso talvez Henry tenha ido a San Diego, afastado por lesão é muito provável que ele pensou muito em jogar mais uma vez antes de morrer, touchdown de Laveranues Coles e mais um Field Goal de Shayne Graham, o jogo fica empatado em 24 a 24.

As homenagens a Chris Henry foram sinceras e parece que todos vão realmente sentir a sua falta, mas o Cincinnati Bengals segue buscando uma vaga nos playoffs e o título da Divisão Norte da AFC, porém o San Diego Charges também buscava um título na sua divisão e tinha o apoio dos torcedores, foi pra cima e de maneira heróica marcou os três pontos que lhe davam a vitória, quando faltavam apenas 3 segundos de jogos que fez explodir em uma felicidade incontrolável um estádio mais uma vez lotado, que tinha de um lado uma festa incrível e do outro um profunda melancolia, Chris Henry se foi, e nunca mais vai voltar. (Foto: via PicApp)

3 comentários:

Vinicius Grissi disse...

Que história bizarra. Não tinha visto isso em lugar nenhum. Incrível como a vida não vale nada mesmo. Uma pena!

Ron Groo disse...

Post bonito, infelizmente cada qual encontra seu destino né. Dificil é pra quem fica.

Patrick Araújo disse...

Pow, sinistro. Lamentavel um acontecimento desses com esse jogador.

Mais falam que Deus sabe o que faz. Parece que ele gosta de levar mesmo as pessoas boas lá pra cima.

O time dele tbm foi super profissional, entrar no jogo, tendo acontecido isso tão recente.

Abraçosssss