Barack Obama e o Lakers

09:45 Net Esportes 2 Comments

"Esta é uma equipa que se tem mantido focada e que conseguiu conquistar o título no ano passado. Mas esta é também uma equipe que sabe que um campeão precisa conquistar outras coisas além de troféus e anéis. Também é preciso vencer fora de campo e ajudar os mais necessitados. Os Lakers e a NBA sempre tiveram um papel humanitário importante, quer nos Estados Unidos, como no resto do Mundo" - com essas palavras teve início o encontro entre o presidente norte-americano Barack Obama e o Los Angeles Lakers, atual campeão da NBA.
President Obama hosts NBA Lakers at White House
Em 2008 George Bush recebeu o Boston Celtics, que eram os campeões, e é muito normal que os mandatários dos Estados Unidos recebam equipes e atletas campeões de diversas modalidades, mas desta vez Obama parecia muito mais empolgado, fã declarado do basquete ele finalmente realizou o sonho de conhecer o técnico Phill Jackson, responsável por seis títulos do Chicago Bulls, time da cidade que Obama cresceu - "me de conselhos de como democratas e republicanos possam trabalhar em equipe" disparou Obama para o treinador mais vitorioso da história da NBA.

E dentre as atuais estrelas do Lakers estava uma velha estrela da equipe, Magic Johnson, que conquistou nada menos do que cinco títulos no único time que jogou em toda sua carreira na NBA, quando Obama recordou o primeiro título do Chicago Bulls Johnson brincou - "Você se lembra disso?", já que ele fazia parte da equipe californiana derrotada em 1991, mas depois recebeu mais um elogio, quando Obama disse que o antigo camisa “32” do Lakers se tornou um campeão dos direitos das minorias e um ativista na luta contra a AIDS.

A festa estava bonita e o encontro emocionante, mas ainda faltava Kobe Bryant, esse não poderia ficar de fora, e Obama não exitou - "Foi um dos melhores que já vi", disse o presidente que lembrou ainda o fato do principal jogador do Lakers ter sido eleito MVP da última temporada além de o mais jovem jogador a atingir a marca de 25 mil pontos, todos muito alegres e mais um encontro de campeões com o presidente, que certamente deve ter adorado mais essa oportunidade, pois ganhou uma bola de presente e ainda uma camisa personalizada com o número 1 e seu nome gravados nela, um presente que certamente vale tanto quanto um troféu, guardadas as devidas proporções claro. (Foto: Roger L. Wollenberg/Newcom via PicApp)

2 comentários:

Vinicius Grissi disse...

É como o presidente Lula receber os campeões brasileiros. Normal, tradicional e faz parte da política.

Ron Groo disse...

BAcana... Mas eu preferia que ele recebesse o Utah Jazz.