O objetivo agora é outro

11:28 Net Esportes 1 Comments

A lenda viva Roger Federer foi muito além do que qualquer um poderia imaginar quando o viu jogar pela primeira vez, aos poucos o suiço foi ganhando espaço, foi conquistando títulos e acumulando vitórias nos torneios de Grand Slam, os principais do circuito internacional de tênis, quando passou das dez vitórias já era considerado um gênio e quando superou o recorde de Pete Sampras que tinha 14 canecos virou um mito, onde alguns já começaram a apontá-lo como o melhor da história, neste domingo Federer venceu um Grand Slam pela 16ª vez na carreira, e seu objetivo agora é outro.
2010 Australian Open - Day 14
Pobre Andy Murray, jogador que gostaria de dar um título de Grand Slam ao seu país novamente depois de tantos anos, o último foi Fred Perry que venceu o Aberto dos Estados Unidos em 1936, mas diante de Roger Federer em uma decisão as coisas se complicam, ainda mais quando já perdeu para o rival em outra oportunidade, no US Open de 2008, o resultado acaba sendo um massacre, 3 sets a 0 com parciais de 6-3, 6-4 e 7-6 (13-11), não há como evitar o choro na entrega do troféu, repetindo o que o próprio Federer havia feito um ano antes.

Em 2009 a história não foi a mesma para o suiço, campeão em Melbourne nos anos de 2004, 2006 e 2007, Federer acabou perdendo para o seu maior carrasco Rafael Nadal, já impedindo logo no início do ano a busca pelos quatro títulos de Grand Slam na mesma temporada, e justamente no ano que finalmente ganhou pela primeira vez o torneio de Roland Garros, mas agora ele voltou a vencer na terra do canguru, o depois de se tornar o recordista em títulos de Grand Slam ele quer agora esse outro objetivo, vencer os quatro maiores torneios do mundo no mesmo ano, para isso terá que continuar fazendo a história acontecer.

Foi quase em 2004, onde venceu três dos quatro, mas naquele ano jogar no saibro era um verdadeiro drama, em 2006 e 2007 venceu novamente na Austrália, Inglaterra e Estados Unidos, porém nas finais de Roland Garros estava Rafael Nadal para impedir que Roger Federer enfim tivesse sua glória, no ano de 2008 o espanhol conseguiu superar o suiço até mesmo na grama de Wimbledon, e no ano passado foi melhor no Aberto da Austrália e viu um argentino surpreender no US Open, agora as coisas parecem estar diferente, parece que Roger Federer está mais concentrado, parece que tem as plenas condições de conseguir um sonho que nem talvez ele mesmo tenha imaginado, o sonho de ser simplesmente o maior de todos. (Foto: Clive Brunskill/Getty I via PicApp)

1 comentários:

Vinicius Grissi disse...

Federer é extraordinário. Um jogador fora de série que tem tudo para ser reconhecido em breve e por muito tempo, como o maior de todos.