Bateu na trave novamente

10:05 Net Esportes 2 Comments

2010 Australian Open - Day 13
Ela resolveu voltar e o mundo do tênis agradeceu imensamente por isso, Justine Henin se espelhou na compatriota Kim Clijsters e acabou com sua aposentadoria precoce, mas logo de cara perdeu justamente para a conterrânea na final do torneio de Brisbane, porém seu retorno não deixou de ser tão grandioso quanto o de Clijsters por causa disso, visto que logo em sua segunda competição já estava na final novamente, e não uma final qualquer mas sim uma decisão de Grand Slam, a chance voltou mas a sorte não estava presente, bateu na trava novamente, Justine Henin fica com mais um vice campeonato.

A velha história da força contra a técnica, apesar que não se pode dizer que uma finalista de um torneio de Grand Slam como o Aberto da Austrália não tenha técnica, mas ninguém nega que a força física de Serena Williams faz alguma diferença, principalmente se comparada ao físico de Justine Henin, a pequenina belga que no fundo é uma gigante do tênis, o jogo foi tenso e poderia ser decidido por qualquer uma das duas tenistas, o placar que apontou 6-4, 3-6 e 6-2 para a norte-americana em pouco mais de duas horas de partida foi justo, e acabou ajudando Serena a quebrar uma sina em Melbourne.

Em 2003 contra a irmã Venus Williams, em 2005 contra Lindsay Davenport, em 2007 contra Maria Sharapova e no ano passado diante da russa Dinara Safina, esses eram os títulos de Serena Williams no Aberto da Austrália, sempre em anos ímpares, mas isso acabou agora em 2010, um ano par e mais um título conquistado na terra do canguru, o seu quinto título em Melbourne e o 12º Grand Slam da carreira, a norte-americana que só perdeu três vezes jogando qualquer uma das finais mais importantes do circuito acabou superando nomes como Steffi Graf e Monica Seles, se tornando a maior vencedora do Open da Austrália na Era Aberta.
2010 Australian Open - Day 13
Para Justine Henin resta o consolo de saber que ainda está com apenas 27 anos de idade, que seu retorno já lhe rendeu duas finais e isso significa que a decisão de voltar foi a mais correta, que o ano está só começando e que seu torneio favorito é Roland Garros, justamente o próximo Grand Slam, e ainda que tem tudo para voltar a ser a número um do mundo, tem qualidade e técnica para superar essa força que muitas de suas adversárias possuem, pois mais do que tudo ela já provou qual força ela tem, a força de vontade, para voltar e finalizar o que ainda estava em aberto, e isso todos podem ter certeza que ela irá fazer, sem bater na trave da próxima vez. (Foto: Ryan Pierse e Clive Brunskill/Getty Images via PicApp)

2 comentários:

Grande vitória de Serena, que consegue manter um nível alto faz algum tempo. É difícil tentar achar um causa real para uma aposentadoria precoce. Justine é nova e está num alto nível. Se desmotivar parece difícil.

Abraço!

Que a perseverança de Justine Henin a mantenha na luta e, ainda, inspire as novas gerações. Como nosso jovem Tiago Fernandes que conquistou, na noite passada, o Australia Open Juvenil. Vitória na final sobre o prata da casa Sean Berman por 2x0, parciais de 7-5 e 6-3. E Tiago tem pedigree, nesse primeiro título brasileira em GS juvenil. Ele é cria de Larry Passos, o prepotente mais competente que eu conheço. Torço para o Tiago seguir as passadas do Guga e aprender o melhor do Larry...