Hora da revanche no Biatlo

13:33 Net Esportes 1 Comments

Biathlon
Correr de esqui e ainda ter que parar para atirar em pequenos alvos várias vezes durante o percurso, esse é o Biatlo, que possui vários tipos de provas nas Olimpíadas de Vancouver 2010, sendo que uma delas é a chamada perseguição, onde cada atleta larga em seguida do outro, respeitando justamente as diferenças de tempos que cada um teve na outra prova da modalidade que foi disputada dois dias antes, o sprint, onde quem não conseguiu levar a medalha de ouro lá tinha uma nova chance dessa vez, bastava largar com vontade e determinação, literalmente perseguindo os adversários que vão indo mais à frente.

Um percurso de 12,5 Km para os homens e 10 Km para as mulheres, parece até covardia alguém ter que sair bem depois do ouro e ser obrigado a alcançá-lo, e de fato até é para quem larga com bem mais de um minuto de desvantagem ou muito mais do que isso, é impossível, mas para quem larga até pelo menos a décima posição alguma chance existe, pois um erro no tiro pode mudar toda a história, cada alvo não acertado gera um trecho a mais no percurso, é nessa hora que o atleta vindo de trás pode fazer a diferença, pode mudar a história, pode ter finalmente sua grande chance de revanche.

Ficar cerca de 1min12s totalmente parado esperando para largar deve ser uma eternidade incrível, porém o sueco Björn Ferry tem paciência, sabe esperar o seu momento, ele erra um tiro na quarta e última parada para acertar os alvos e vê o líder Vincent Jay errar pela segunda vez suas tentativas, mas está mais rápido do que o francês e mesmo tendo sido apenas o oitavo a largar ele passa a ser o novo líder e não perde essa condição jamais, desta vez ninguém lhe tira a glória de ser medalha de ouro, ele comemora e cruza a linha de chegada primeiro, em uma grande virada após nem ter chegado ao pódio na outra oportunidade.
Biathlon
Já na disputa feminina as coisas são mais equilibradas, a campeã Anastasiya Kuzmina sai na frente e nem dois segundos depois larga a alemã Magdalena Neuner, ambas erram dois tiros assim como cada uma havia errado apenas uma vez na prova de sprint, mas agora é diferente, agora é hora da revanche, é a hora do troco, Neuner tem mais força, tem mais vontade, tem uma prata ao invés do ouro e desta vez ela quer ser a campeã, abre doze segundos e só lhe resta vibrar e comemorar muito ao cruzar a linha de chegada, no dia que o Biatlo deu a grande aos derrotados de serem finalmente os grandes campeões da neve. (Fotos: ZumaPress via PicApp)

1 comentários:

F1 Trulli disse...

é muito massa o biatlo, assistir o feminino, a alemã tava muuutio na frente, + no final errou 1 tiro e as outras 2 chegaram, muito boa a prova (+ merecida a vitória dela). porem vc só consegue ver pela sportv, pq a Record se limitou a patinação artística (nem a d velocidade mostra) ¬¬

Abração
f1trulli.blogspot.com