Histórias do Futebol IX

10:12 Net Esportes 2 Comments

Muitos dizem que havia uma conspiração da FIFA para que países sul-americanos, em especial três dos quatro representantes daquela ocasião sendo eles Brasil, Argentina e Uruguai, fossem impedidos de serem campeões da Copa do Mundo de 1966 na Inglaterra, atuações suspeitas dos juízes, aumento da violência por parte dos jogadores sem punições, gols tão polêmicos quanto a história do sumiço da taça Jules Rimet, que teria sido roubada e encontrada enrolada em um jornal perto de alguns arbustos em Londres, o herói era um cachorro e tinha nome, Pickles.
Hurst Attacks
O cachorro Pickles ganhou fama pelo mundo, tanto quanto o português Eusébio, que terminou a competição como artilheiro marcando nove gols, sendo quatro deles na mesma partida quando Portugal conseguiu uma grande virada conta a surpreendente Coréia do Norte por 5 a 3 nas quartas-de-final, alguns dizem que por serem pessoas muito semelhantes os coreanos mudavam todos os jogadores no intervalo dos jogos, se acontecia mesmo isso não deveriam ter feito nesse jogo. Portugal terminou em terceiro lugar derrotando a União Soviética com mais um gol do Pantera Negra Eusébio, que também deixou sua marca contra o Brasil.

Alguns colocam a culpa no técnico Vicente Feola pela péssima preparação do Brasil para o Mundial de 1966, mais de 40 jogadores testados até que se conseguisse uma lista final, Pelé jogou apenas duas partidas e a Seleção sofreu para se adaptar com o 'Futebol Força' imposto pelos adversários, além da derrota por 3 a 1 para Portugal, o Brasil foi surpreendido também pela Hungria que havia feito o mesmo placar, de bom mesmo só o jogo da estréia, onde a equipe brasileira passou pela Bulgaria por 2 a 0 com gols de Pelé e Garrincha, esta foi a última partida que os dois atuaram juntos, sendo que sempre que jogaram lado a lado nunca foram derrotados.

Tentando ficar alheio às polêmicas e longe dos problemas, a Inglaterra seguia seu caminho superando seus adversários no Wembley Stadium, nas quartas-de-final fez um dos jogos mais duros, uma verdadeira guerra contra Argentina que na ocasião não perdeu a chance de chamar os ingleses de "ladrões das ilhas Malvinas", o jogo acabou sendo um dos mais violentos da história, sendo que a pancadaria vinha de todos os lados, os argentinos tiveram um jogador expulso mas até os 32min do segundo tempo conseguiram segurar o placar, porém neste momento brilhou a estrela de Geoff Hurst, o jogador que conseguiu chamar mais a atenção de todos do que todos os gols de Eusébio.
World Cup Line Up
De cabeça ele fez um a zero para a Inglaterra, suficiente para colocar o time da casa na semifinal, onde Eusébio marcou um mas viu o gênio Bobby Charlton fazer dois e colocar a Inglaterra na grande final contra a Alemanha Ocidental, mais um jogo épico no épico estádio Wembley, o placar termina empatado com dois gols para cada lado, vai para a prorrogação e Hurts, que já havia feito um gol, surge novamente com uma das maiores polêmicas de todas as Copas do Mundo, a bola bateu no travessão e na linha do gol, não entrou totalmente mas o juiz validou e a Inglaterra fez 3 a 2, com isso a Alemanha talvez tenha mudado seu jeito de jogar e Geoff Hurst não hesitou em deixar outra vez sua marca, marcando três gols em uma final de Copa do Mundo, dando a Inglaterra seu primeiro e até hoje único título de campeão mundial de futebol, o título mais polêmico na Copa do Mundo mais polêmica de todos os tempos. (Fotos: Hulton Archive/Getty Images via PicApp)

2 comentários:

Tiago Britto disse...

Isso mesmo, Rooney está amadurecendo cada vez mais! Parabéns pelo seu blog cara! e obrigado pelo comentário

Ron Groo disse...

A história que envolve o argentino Rattin e o juiz da partida conta a Inglaterra é realmente um indício de que havia algo errado contra os sulamericanos naquela copa mesmo.

Mas o Brasil foi mal, muito mal. Saiu daqui mal e deu no que deu.