Mestre Calvin Borel outra vez

23:28 Net Esportes 0 Comments

Calvin Borel Wins Kentucky Derby
Todas as belíssimas mulheres que eram vistas usavam uma capa de chuva amarela, já faz uma semana que chove em Lousville, porém nenhuma delas dispensou qualquer um dos seus mais variados tipos de chapéus que conseguissem exibir, é uma tradição de todas as corridas de turfe no mundo, e não poderia ser diferente na maior e mais tradicional de todas elas, o Kentucky Derby, que chegou neste ano em sua 136ª edição, e que viu um jockey vencer pela terceira vez em quatro anos, Calvin Borel mal podia falar após o triunfo de tanta emoção, ele já pode ser chamado de mestre por qualquer um que se referir a ele a partir de agora.

A pior notícia às vezes acaba vindo, e uma semana antes da tão aguardada prova o cavalo Eskendereya anunciava que não iria correr neste sábado, era o grande favorito e colocou um grande ponto de interrogação para qualquer apostador, de olho na sorte grande surgiu largando na posição número 1 um novo favorito para a vitória, Lookin at Lucky, montado por Garret Gomez, e junto com ele o candidato que largava na posição de número 20, a pior de todo o páreo, onde estava Sidney´s Candy com seu jockey Joe Talamo, mas repetir o que aconteceu em 2008 era talvez missão impossível, mesmo porque Kent Desormeaux estava em outro cavalo desta vez.

Desormeaux já venceu três vezes o Kentucky Derby, porém levou dez anos para conseguir esse feito, vencer três em quatro anos era algo até hoje impensável, mas chegou a hora de provar que um jockey faz a diferença no comando do cavalo, ou no comando do puro sangue inglês Super Saver, que conforme a multidão que lotou Churchill Downs apesar da chuva ia vendo o grande momento da corrida chegar, suas apostas iam aumentando e mudando o rumo da situação, talvez todos passaram a levar em consideração que o jockey de 43 anos e o mais simpático de todos ia tirar um coelho da cartola, Calvin Borel colocaria seu nome na história mais uma vez.
136th Running of the Kentucky Derby
Ao contrário do ano passado, Borel não comemora de imediato após cruzar a linha de chegada com seu Super Saver marcando 2min04s45 e abrindo três corpos de vantagem, mas conforme vai seguindo pela pista que virou um verdadeiro lamaçal nota-se o quanto ele está emocionado, a primeira prova da tríplice coroa do turfe norte-americano ele venceu novamente, e quem sabe não consegue completar o feito que quase consegui no ano passado vencendo também o Preakness Stakes e o Belmont Stakes, quem sabe não faz isso com o mesmo cavalo, algo que só ocorreu onze vezes e a última foi em 1978, quem sabe o sonho não se torna realidade, afinal ele já pode ser chamado de mestre, e se conseguir será um gênio. (Fotos: Mark Cowan/Newscom e Andy Lyons/Getty Images via PicApp)

0 comentários: