O primeiro pontapé da Copa

13:57 Net Esportes 0 Comments

South Africa's Siphiwe Tshabalala celebrates scoring a goal against Mexico during the 2010 World Cup opening match at Soccer City stadium in Johannesburg June 11, 2010.    REUTERS/David Gray (SOUTH AFRICA - Tags: SPORT SOCCER WORLD CUP)
O palco do primeiro jogo da Copa 2010 é o mesmo que será palco do último, o estádio Soccer City, que vê de um lado os anfitriões, a África do Sul, e do outro o México, este o responsável pelo primeiro pontapé na bola, e também o time que recebe a primeira falta e responde rápido, levando também o primeiro cartão amarelo do Mundial, insiste e se tornar o primeiro a balançar as redes, mas a posição é de impedimento e todos testemunham o primeiro gol anulado, em um primeiro tempo que não deu o primeiro grito de alegria em meio ao barulho ensurdecedor das vuvuzelas, a honra ficou para os donos da casa na segunda parte da partida, em um primeiro gol que foi um verdadeiro golaço.

A bola quase não saía dos pés dos mexicanos, que tiveram o maior tempo de posse dela, porém isso não significa que o Khune teve muito trabalho, mas um cone ou um 'khone' em seu lugar seria pior, pois ele pelo menos trabalhava melhor do que Pérez, o guarda metas mexicano que parecia mais o irmão perdido de Derek Fisher, jogador de basquete do Los Angeles Lakers, sendo que ambos ironicamente são quase nascidos no mesmo ano, 1973 um e 1974 o outro, e a única diferença é que o 'baixinho' da NBA mede 1,85m e o atrapalhado goleirão mexicano tem apenas 1,73m de altura, uma característica que tornou impossível não se lembrar de outro goliero do México, o lendário Jorge Campos e suas extravagantes roupas coloridas.

Atrapalhado mas preciso, Pérez evitou o gol sul-africano em um lance que todos reclamaram penalti, mas não foi a primeira grande defesa da Copa, pois Khune já havia feito isso no primeiro tempo quando Franco teve uma ótima oportunidade, o México não soube aproveitar o volume de jogo e a África do Sul fez bom proveito do contra ataque, jogada rápida e bonita, um chute maravilhoso de Tshabalala no ângulo da meta mexicana, o placar estava finalmente inaugurado e o sofrido, mas muito alegre povo local enlouquecia em uma festa incrível nas arquibancadas, os jogadores vão para a lateral e fazem coreografia para comemorar, ainda estavam contagiados pelo show de abertura realizado um dia antes, Shakira é inspiração para qualquer um.
SOCCER/FUTBOL WORLD CUP 2010 RAFA, NOS SALVA Action photo of Rafael Marquez of Mexico, during game of the World Cup 2010 South Africa at the Soccer City stadium of Johannesburg, South Africa./Foto de accion de Rafael Marquez de Mexico, durante juego de la Copa del Mundo Sudafrica 2010 en el Soccer City stadium de Johannesburgo, Sudafrica. 11 June 2010 MEXSPORT/OSVALDO AGUILAR Photo via Newscom
O primeiro jogo da Copa do Mundo de 2010 e o primeiro final nervoso e emocionante já acontecendo também, Parreira comemorava e Javier Aguirre fazia mudanças na sua equipe, Blanco, Hernández, a busca insistente pelo gol e ele veio, com Rafa Márquez, evitando o primeiro time a conseguir uma vitória, construindo o primeiro empate e tomando um grande susto quando nos últimos minutos Mphela chuta na trave e desperdiça o que seria a consagração dos Bafana Bafana, estava no mínimo mantida a escrita de um anfitrião jamais perder na estréia. As vuvuzelas nunca param de tocar mesmo em meio ao lamento e o desespero, pois estava renovada a esperança de conseguir a tão sonhada vaga para a próxima fase, sonho de todos que entrarão em campo daqui pra frente, a Copa do Mundo 2010 finalmente teve o seu início. (Fotos: David Gray/Reuters e Osval Aguilar/Mexsport/Neswcom via PicApp)

0 comentários: