Espanha campeã do Mundo

20:03 Net Esportes 7 Comments

SOCCER/FUTBOL WORLD CUP 2010 FINAL HOLANDA VS ESPANA JUSTOS MONARCAS Action photo of Iker Casillas of Spain (C) celebrating, during the title game of the 2010 World Cup held at Johannesburg, South Africa./Foto de accion de Iker Casillas de Espana (C) celebrando, durante juego por el titulo de la Copa del Mundo 2010 celebrado en Johannesburgo, Sudafrica. 11 July 2010 MEXSPORT/ETZEL ESPINOSA Photo via Newscom
Em toda a história das Copas do Mundo três Seleções haviam conseguido chegar na final depois de perder na estreia, mas todas elas perderam a grande decisão também. A Alemanha Ocidental em 1982, a Argentina em 1990 e a Itália no ano de 1994. Não daria para dizer que caso isso ocorresse outra vez em 2010 teria sido injusto, mas também não seria justo. A Espanha há muito tempo era apontada como favorita para o título da Copa na África do Sul, a Espanha que fazia sempre um primeira fase impecável como em 2002 e 2006, a Espanha que ganhou a Eurocopa de 2008 e que encantou o mundo. A melhor equipe dos últimos quatro ano pelo menos não poderia ter seu destino traçado só por uma derrota não merecida na estreia. A Fúria precisava mudar esse destino lamentável e acabar com seus próprios problemas de sucumbir em momentos decisivos, o mundo e os espanhóis precisavam disso.

Nenhum empate e nenhuma derrota nas eliminatórias, todos apontando a Espanha como favorita ao título e todas as equipes entrando em campo com um medo imenso de serem derrotados. Atá a Alemanha na semifinal jogou na retranca diante dos espanhóis. Era exatamente esse medo de perder ou falta de coragem para ganhar que a Espanha não tinha nessa Copa do Mundo de 2010. Até mesmo contra a Suiça a equipe jogou muito bem, indo para cima do adversário e tentando o gol de qualquer forma. Os bonitos toques de bola, a defesa quase intransponível, ninguém jamais havia ficado sem tomar nenhum gol na segunda fase de uma Copa do Mundo em todos os tempos. Não se pode dizer que a Espanha não tenha brilhado nesse Mundial, cada um dos gols marcados teve um brilho especial, cada gol em cada vitória de 'apenas' um a zero foi extremamente importante e iluminado, nenhum momento dessa bonita trajetória pode ser esquecido.

Joanesburgo parou neste domingo 11 de julho em um dia que nem a África e nem o mundo vão esquecer tão cedo. A Copa da alegria, das vuvuzelas e da jabulani chegava em seu momento decisivo. De um lado a Espanha que jamais havia chegado em uma final na sua história, e do outro a Holanda que tinha 100% de aproveitamento nessa Copa do Mundo e uma campanha idêntica a do rival na fase eliminatória. As duas melhores equipes da atualidade se enfrentando diante de mais de 84 mil pessoas no estádio e outras milhões espalhadas por todo o mundo, Nelson Mandela compareceu, as autoridades holandesas e espanholas e até o grande ator Morgan Freeman. Sorte mesmo é que Mick Jagger não estava presente, e ninguém sabe o que seria se o líder dos Rolling Stones resolvesse aparecer vestido com a camisa da Espanha, já que o Polvo Paul havia dado o seu palpite, havia apostado na Fúria, e não poderia errar nem com o pé frio nas arquibancadas.
July 12, 2010 - 06161474 date 11 07 2010 Copyright imago Sesa I giocatori Della Spagna festeggiano La Vittoria Dei mondiali A Fine Partita Spain Players Celebrate The Victory of The World Cup AT The End of The Final Match Olanda Spagna Netherlands vs Spain Final Dei Campionati DEL Mondo Tue Calcio FIFA 2010 FIFA World Cup South Africa 2010 Final Soccer City Stage Johannesburg South Africa 11 07 2010 Giorgio Perottino Inside photo PUBLICATIONxNOTxINxITAxFRA GIORGIOXPEROTTINO Football men World Cup National team international match Final Johannesburg Victory World Champion Trophy Cup Objects Vdig 2010 horizontal Highlight premiumd.
Estando Mick Jagger escondido de Laranja ou não a Holanda pagou p preço de fazer o que todos fizeram ou não conseguem evitar fazer contra a Espanha. Deixam o adversário jogar, recuam e ficam esperando o contra ataque, se esquecem que a defesa da Espanha também é excelente, que o goleiro Casillas também pode ser o herói quando defende o gol em duas oportunidades claras de Robben. Esquecem que a Espanha mesmo sem mais nenhum gol do artilheiro David Villa é um time completo, que tem Sergio Ramos para assustar logo no começo do jogo com uma cabeçada fulminante, que tem Xavi correndo muito e que tem também Navas e Fabregas para assustarem ainda mais quando entram no segundo tempo. Não dava para esperar outro resultado que não fosse um empate entre as duas Seleções mais equilibradas e consistentes dos últimos anos, mas Espanha no fundo é mais time, ataca mais, busca mais o gol e é recompensada. A história de revés inicial e final da Alemanha, Argentina e Itália não poderia se repetir desta vez.
Spain's Sergio Ramos lifts the World Cup trophy after their final match victory over Netherlands at Soccer City stadium in Johannesburg July 11, 2010.      REUTERS/Michael Kooren (SOUTH AFRICA - Tags: SPORT SOCCER WORLD CUP)
Nunca se viu uma Copa na África, nunca se viu uma final sem Brasil, Alemanha, Itália e Argentina. Nunca se viu uma equipe ganhando uma Copa fora de seu continente que não fosse o Brasil, nunca se viu antes um título seguido de europeus que não fosse da Itália e nunca se viu o time que perde na estreia ser campeão. Nunca se viu um time não tomar gols no mata-mata e nunca ninguém tinha visto a Espanha levantar a taça. O dia para tudo isso ocorresse de uma vez só chegou, chegou somente no segundo tempo da prorrogação de forma sofrida, dramática e emocionante. Chegou através dos pé de Iniesta porque a Espanha não tem só um herói, tem vários heróis, desde o goleiro até os defensores, o meio do campo e os atacantes, é um time completo, um time que tem coragem de atacar sempre e não recuar jamais, um time que foi temido e que superou seus adversários com muita força e determinação. Chega de ficar pelo caminho, a Espanha da forma mais justa e merecida possível é campeã da Copa do Mundo de futebol, um feito inédito que entra para a história e jamais será esquecido. (Fotos: Etzel Espinosa/Mexsports/Newscom, ZumaPress e Michael Kooren/Reuetrs via PicApp)

7 comentários:

Adriana disse...

Parabéns!! O blog é fantástico!!!

Espanha campeã.....Lindooo!!!!!!!!


Passa por lá pra conhecer!!!
Sob meu olhar!
http://adrianasoares1.blogspot.com/

Bjxxxx

Adalberto Mota disse...

Concordo com você quando você disse : "nenhum momento dessa bonita trajetória pode ser esquecido."

Eu jamais esquecerei, foi um futebol bonito de se ver, apesar de em alguns momentos deixa a desejar.
Mas esse titulo foi mais que merecido! Parabéns a cada jogador dessa poderosa fúria.

Muito bom blog!
Vamos uma parceria?

Abraço,
http://porforadogramado.blogspot.com/

Vinicius Grissi disse...

Título justo, merecido e ótimo para o bem do futebol.

A Espanha não podia ficar sem esta conquista depois dos últimos quatro anos.

FilipeJMS disse...

Título justíssimo, com sua melhor geração a Espanha consegue a Copa, coisa que a Holanda ainda precisa amadurecer!
Acredito que o pouco número de ghols marcados pela Fúria se deve ao fato do Fernando Torres não estar em suas melhores condições...

Marcelonso disse...

A Espanha tem um belo time é verdade,aliás foi o unico time que jogou na final,pois a Holanda só desceu o sarrafo!

Titulo merecido,foi um trabalhode base realizado há muito tempo que hoje alcançou a glória máxima!

Viva a Espanha!!!!!!

Ingrid Ellen disse...

Viva a Espanha!
Gostei do blog. Parabéns! :)

http://ie-ingridellen.blogspot.com