Futebol é justo com a Fúria

17:42 Net Esportes 6 Comments

A Spain fan holds up a sign reading Dad, send me money to go to the final before the 2010 World Cup semi-final soccer match between Germany and Spain at Moses Mabhida stadium in Durban July 7, 2010. REUTERS/Siphiwe Sibeko (SOUTH AFRICA - Tags: SPORT SOCCER WORLD CUP)
Copa do Mundo de 2002 e primeira fase impecável da Espanha com três vitórias e nove gols marcados, o desastre foi nas quartas-de-final quando perdeu nos pênaltis para a anfitriã Coréia do Sul. Copa do Mundo de 2006 e novamente show na primeira fase, novamente três vitórias e novamente nove pontos com apenas um gol sofrido, em seguida um desastre maior ainda caindo nas oitavas-de-final diante da França. Só um título da Eurocopa em 1964 e um quarto lugar no Mundial realizado no Brasil em 1950. A triste fama que o time espanhol pegou foi a de tremer na hora decisiva, de amarelar e de não suportar a pressão sofrida quando busca os melhores resultados. O tempo passou e aos poucos essa sina horrível foi ficando para trás, hoje a Espanha mudou a história e é uma das duas melhores equipes do planeta, hoje eles tem tudo para serem os novos campeões da Copa do Mundo de futebol.

Não era só o título que veio na Eurocopa de 2008 depois de tantos anos ficando como sempre pelo caminho, a tal 'maldição das quartas-de-final'. Era um brilho a mais que a equipe tem em suas exibições, jogam bonito e jogam para frente, tocam a bola e buscam o gol. O espetáculo faz parte e eles fazem parte do espetáculo. A base da equipe é o time do Barcelona e quantos títulos o Barça ganhou em 2009 jogando dessa forma? todos que disputou. Ninguém falava em outra coisa se não fosse as atuações da Espanha nos últimos dois anos, eles não chegaram na Copa do Mundo da África do Sul com o status de favoritos ao título à toa. Eles realmente mostraram que tinham essa condição faz tempo, não era uma derrota em uma semifinal de Copa das Confederações ou uma derrota logo na estreia da Copa que iria mudar isso, e realmente não mudou.

Chega de ferrolho suiço que fez um milagre e não chegou nem nas oitavas-de-final. Chega de Honduras que tudo que queria na vida era fazer um ponto ou evitar sofrer uma goleada histórica como sofreu a Coreia do Norte. Chega de um Chile que se mostrou ofensivo e se fechou quando enfrentou os espanhóis. Chega até de um Portugal que mudou seu estilo esse ano, três jogos sem sofrer gols. E chega de Paraguai e sua terrível marcação, um dos time que melhor se defende em todo o mundo e por isso foi tão longe nessa Copa. A Espanha até a semifinal só fez seis gols, cinco deles anotados por David Villa, mas com tantas retrancas assim não tinha nem como fazer mais. O único detalhe é que em todos os jogos, inclusive no primeiro, eles foram o tempo todo para cima do adversário, sempre tocando bem a bola, fazendo grandes jogadas e buscando o gol a todo custo, e um a zero está ótimo, um a zero vale tanto quanto quatro a zero.
Spain's Carles Puyol celebrates his goal with Xavi and his other teammates during their 2010 World Cup semi-final soccer match against Germany at Moses Mabhida stadium in Durban July 7, 2010. REUTERS/Jerry Lampen (SOUTH AFRICA - Tags: SPORT SOCCER WORLD CUP)
Adeus equipes que jogam atrás, a Alemanha vem aí e desta vez vai ter show de bola. Engana-se o torcedor o qualquer espectador que pensou assim. Joachim Low esqueceu o que seu jovem time fez até aqui e colocou todos no campo de defesa, os espanhóis por sua vez fizeram o que vem fazendo há dois anos, ou até mesmo há oito anos desde 2002. A Fúria vai para frente sempre e nunca vai parar de tentar, uma hora da certo e esse dia chegou, não foi o herói Villa de sempre mas foi com a cabeçada fulminante de Puyol. Uma cabeçada indefensável que estufa a rede e faz explodir de emoção o torcedor que esperou tanto tempo por esse dia histórico. A Espanha está na final da Copa do Mundo pela primeira vez em toda a sua história e faz tempo que merecia, o adversário não será qualquer um, a Holanda vem jogando muito bem nos últimos anos também, mas o time que encanta e que jamais desiste de alcançar o seu sonho quer que esta busca obstinada se torne realidade finalmente, chega de sucumbir. (Fotos: Siphiwe Sibeko/Reuters e Jerry Lampen/Reuters via PicApp)

6 comentários:

Marcelonso disse...

A Espanha mereceu chegar a esta final,eles jogam um futebol vistoso.
Quem se atrever a jogar aberto com eles vai sofrer!

A final é merecida por ambas equipes.

abraço

Oi, coração...
Não entendo muito de futebol, e nem é pra variar pq tem muitas mulheres que entendem e muito!!! rsrsrs
Mas, eu a-do-ro quando o meu Tricolor das Laranjeiras faz um Gol!
Aí meu coração dispara...rsrsrs
Mas lí tanto aqui sobre o assunto, e foi tão fácil entender. Voce escreve de uma maneira clara. Leva o maior jeitão!!!
Dá pra comentarista...óoooo, sem maldade!
Vou te seguir de pertinho pra sempre estar atualizada e não me faltar recursos num papo machista..rsrsrs

Beijão!

Gigante Colorado disse...

A Espanha mereceu mesmo, nenhum dos times pelos quais eu torci chegaram na final, mas tudo bem! Agora não vo torce pra nenhum, não quero dar azar pra ninguem!
ausdhiuahsduihasuidhauisduiahsiu
Jogão nessa final, alguem que nunca levou a taça, domingo vai levar, justo!
Por uma copa diferente, porém, sem brilho, na minha opinião!

Beijo (Gabi)

Vinicius Grissi disse...

Uma trajetória de crescimento e uma Copa fantástica. A Espanha é merecedora da final e porque não, do título.

FilipeJMS disse...

Final justíssima, são as seleções que hoje tem o melhor conjunto. Falta a Espanha concluir melhor as oportunidades de gol, contra a Holanda essas oportunidades não podem ser desperdiçadas!

Ron Groo disse...

Acho este time muito nhe nhem... Não gostei da final. Vai ser um jogo horrivel, com um time que vai na sorte e outro que faz um gol e acha que goleou.
A Espanha é o sonho ideal de time do Parreira.