Vuvuzelas tocam na Escócia

13:27 Net Esportes 0 Comments

ST ANDREWS, SCOTLAND - JULY 16: Louis Oosthuizen of South Africa pulls a club on the tenth hole during the second round of the 139th Open Championship on the Old Course, St Andrews on July 16, 2010 in St Andrews, Scotland. (Photo by Warren Little/Getty Images)
O Old Course de St. Andrews, localizado na Escócia, que tem um campo com 18 buracos de par 72, já recebeu o The Open Championship, popularmente conhecido como British Open, diversas vezes. Inclusive no ano de 1873 quando o jogador local Tom Kidd faturou o título. Porém talvez em nenhuma das 27 vezes que o local recebeu a maior competição de golfe da Europa o tempo tenha sido tão instável e variado como está sendo na edição de 2010. Hora é chuva, hora é vento forte e nem quando o sol aparece as coisas melhoram muito. Phil Mickelson que o diga, ele errou muitos putts nos green´s extremamente desnivelados e está muito ameaçado pelo corte depois de fazer apenas o par do campo em duas voltas. As coisas não estão fáceis para muitos e por incrível que pareça estão muito fáceis para outros.

Nesta sexta-feira a competição teve que ser interrompido porque os ventos ficaram fortes demais. Alguns jogadores aproveitaram para ir até a area VIP se alimentar e em alguns locais foi possível ver os torcedores deitando no chão para descansar um pouco. Entre os que aguardavam o retorno da paralisação que durou cerca de uma hora, estava o jovem Rory McIlroy, de apenas 21 anos de idade. Ele teve uma primeira rodada incrível fazendo Eagle no buraco nove e ainda anotando outros sete Birdie. Com 63 tacadas ele igualou o recorde em Major, mas seus dias de glórias terminaram por ali mesmo. Na segunda rodada chegou a hora de sofrer com o vento e o tempo ruim de St. Andrews, só até o buraco sete já tinha feito três Bogey e nenhum Birdie.

Longe do barulho ensurdecedor das vuvuzelas e tentando sobreviver aos dias pós Copa do Mundo, estava a grande surpresa desses dois primeiros dias de British Open. Seu nome verdadeiro é Lodewicus Theodorus Oosthuizen, mas ele é identificado na ficha como Louis Oosthuizen. Na única vez que ele passou do corte em Major, PGA Championship de 2008, ficou em último lugar de todos que jogaram sábado e domingo. Mas na primeira rodada do Open Championship de 2010 ele surpreende, bate 65 e só não consegue chamar mais atenção porque McIlroy bateu 63. Não tem problema, nesta sexta-feira os holofotes já apontam para a África do Sul novamente porque o jogador consegue superar o frio, a chuva e o vento para fazer 67 e chegar a 12 abaixo do par, a liderança vem com uma margem incrível de cinco tacadas.
Tiger Woods of the U.S. of the U.S. walks off the fourth green during first round play at the British Open golf championship on the Old Course in St. Andrews, Scotland, July 15, 2010. REUTERS/Shaun Best (BRITAIN - Tags: SPORT GOLF)
Será que alguém ainda lembra de Tiger Woods? Até o catcher do número um do mundo declarou que ele está em má forma e vivendo uma das piores fases de sua carreira. A diferença no entanto é que nos torneios Major Woods tem surpreendido um pouco mais do que nos torneios menos prestigiados. Ele talvez esteja conseguindo se concentrar mais e consegue tirar um coelho da cartola. Bater 67 no primeiro dia com apenas um Bogey não é nada mal, o problema é que na segunda rodada ele começou como o jovem Rory McIlroy, dois Bogey seguidos nos dois primeiros buracos e um Birdie apenas no quinto buraco. Pelo menos o seu jogo segue, ainda tem muitas tacadas até o buraco 18 e mais dois dias para se recuperar na competição. Se não o fizer a festa pode ser do desconhecido sul-africano, o jogador que quer fazer as vuvuzelas voltarem a tocar alto na Escócia. (Fotos: Warren Little/Getty Images e Shaun Best via PicApp)

0 comentários: