Lutas, mas não pela unificação

10:07 Net Esportes 2 Comments

FRANKFURT AM MAIN, GERMANY - AUGUST 02: Ukrainian world heavyweight champion Wladimir Klitschko looks on during a press conference at the Commerzbank Arena on August 2, 2010 in Frankfurt am Main, Germany. Klitschko will defend his IBF, WBO and IBO heavyweight titles against Samuel Peter of Nigeria on September 11. (Photo by Alex Grimm/Bongarts/Getty Images)
No último dia 19 de julho Wladimir Klitschko foi até o estádio do Eintracht Frankfurt, na Alemanha, para promover a sua próxima luta de boxe. O problema é que o seu adversário Alexander Povetkin só compareceu na forma de cartaz em tamanho real, o russo desistiu do combate porque talvez tenha ficado com medo, antes não tivesse nem marcado o duelo como parece estar fazendo um certo britânico dono de um dos cinturões mais importantes dos pesos pesados. A luta estava marcada para acontecer em um estádio de futebol, com público recorde e grande atenção da mídia, não pode simplesmente ser cancelada. Assim não demora muito e aparece alguém sem medo, alguém que já derrubou o irmão mais novo da família Klitschko três vezes em 2005 apesar de ter sido derrotado por pontos, ele é o nigeriano Samuel Peter e ele não tem medo, ele vai para cima e não foge da sua responsabilidade.

Agora sim, dia 2 de agosto e uma conferência de imprensa sem surpresas, Wladimir Klitschko aparece no Commerzbank Arena e até bate uma bolinha com seu novo rival Samuel Peter, com quem irá duelar no próximo dia 11 de setembro diante de um público que comparece no local normalmente para ver gols mas que irá ver muitos socos de direita e cruzados de esquerda. Na luta estarão em jogo dois cinturões que Wladimir possui a algum tempo, o de campeão dos pesos pesados pela Federação Internacional e o de campeão dos pesos pesados da Organização Mundial. Os famosos Heavyweight Champion of the World que também a algum tempo tentam ser unificados pelos irmãos Klitschko mas que até agora não viu nem sequer uma oportunidade para que isso pudesse acontecer. Principalmente pelo fato que a mãe dos lutadores vetou o combate de um contra o outro, e também porque o dono do cinturão que falta se recusa a lutar.

Wladimir Klitschko tem dois dos quatro principais cinturões do boxe e seu irmão mais velho Vitali Klitschko é dono de um outro, o de campeão dos pesos pesados pelo Conselho Mundial de Boxe. E enquanto o sortudo namorado da atriz Hayden Panettiere, a linda loirinha do seriado Heroes que completou apenas 21 aninhos no dia 21 de agosto, defenderá seus dois cinturões em um estádio dia 11 de setembro, Vitali fará a mesma coisa com o seu único cinturão só que no dia 16 de outubro, onde enfrentará o norte-americano Shannon Briggs. E mesmo que um esteja com 34 anos de o outro com 39, ou seja, que ambos sejam dois veteranos já, a chance de perderem seus cinturões não é muito grande, ficando desta forma mais uma vez a esperança que de uma vez por todas algum dos dois consiga o título da Associação Mundial de Boxe, ou pelo menos tenham a chance de lutar por ele.
KITZBUEHEL, AUSTRIA - AUGUST 24: Wladimir Klitschko of Ukraine boxes during his training camp at the hotel Stanglwirt on August 24, 2010 in Going near Kitzbuehel, Austria. The WBO and IBF World Championship Heavyweight fight between Wladimir Klitschko and Samuel Peter of Nigeria will be held on 11th September 2010 at the Commerzbank Arena in Frankfurt, Germany. (Photo by Alexander Hassenstein/Bongarts/Getty Images)
Evander Holyfield quer lutar em novembro para ter uma chance de enfrentar algum dos irmãos Klitschko, de preferência Vitali que é mais velho. Um mundo inteiro de lutadores faz fila para desafiar um dos dois campeões em busca de visibilidade, dinheiro e alguma chance de sentar no trono dos pesos pesados uma vez na vida. Porém tudo que eles querem e tudo que o mundo quer ver é a unificação dos pesos pesados de uma vez por todas, todos querem ver David Haye, o campeão da Associação Mundial de Boxe aceitando definitivamente um duelo contra Vitali ou de preferência contra Wladimir Klitschko, para que todos possam ver faísca saindo para todos os lados, para que todos possam ver um duelo digno e equilibrado valendo realmente algo muito significativo no boxe da atualidade carente de novos ídolos. A história já se parece até com a novela Manny Pacquiao vs. Floyd Mayweather. Onde o jeito é ir se contentando com Samuel Peter e Shannon Briggs e ficar aguardando. (Fotos: Alexander Hassenstein/Bongarts/Getty Images e Alex Grimm/Bongarts/Getty Images via PicApp)

2 comentários:

Rafael Rosa disse...

Luta não é muito a minha...
Mas gostei do blog por que trata de uma série de esportes..
=)

A organização do blog ta show!

http://pensesequizer.blogspot.com

Karla Hack disse...

Como conheço pouco de esporte!
Já tinha visto ele, mas não conhecia o nome, nem o que fazia...
hehehehe
Talvez o tenha visto com a Hayden!
;D