Quem chegou com mais força?

14:23 Net Esportes 1 Comments

Philadelphia Phillies pitcher Cole Hamels celebrates after defeating the Cincinnati Reds in Game 3 of the MLB National League Division Series baseball playoffs in Cincinnati, Ohio, October 10, 2010. REUTERS/John Sommers II (UNITED STATES - Tags: SPORT BASEBALL)
Festa de champagne nos vestiários e uma alegria incontrolável daqueles que são os grandes protagonistas do espetáculo. O desgaste dos 162 jogos que fizeram parte da temporada regular ficou para trás e nos playoffs é a hora da afirmação ou da superação nesses momentos decisivos. A camisa faz a diferença, a história prova que estar classificado às vezes já é suficiente para superar o rival mesmo que este tenha tido uma campanha melhor do que a sua na fase de classificação. Em outros casos porém ter sido o melhor de todo o campeonato reflete em uma vitória avassaladora, apenas três vitórias e passaporte carimbado para a próxima fase que de agora em diante já não será mais tão simples como talvez tenha sido a primeira série decidida em uma melhor de apenas cinco jogos. Vencer fácil pode te da força mas vencer de forma dramática tendo sido pior que o rival até ali talvez dê muito mais.

O New York Yankees dispensa apresentações, a equipe é sem dúvida a mais conhecida em todo o mundo e além disso é também o atual campeão da MLB e o maior campeão de todos os tempos. Nesse ano as dificuldades foram grandes e eles conseguiram apenas passar para os playoffs pelo Wild Card na divisão Leste da Liga Americana, a mais equilibrada e competitiva do beisebol americano. Prova disso foi a campanha de 95 vitórias e 67 derrotas, ligeiramente melhor que a campanha do Minnesota Twins, que teve 94 vitórias e 68 derrotas se tornando o adversário do Yankees porque ficou com o título na Divisão Central. Poderia ter haviado no mínimo um equilíbrio na disputa, principalmente pelo mando de campo do Twins. Nada disso, o que se viu foi um massacre, três vitórias e nenhuma reação do rival, a força dos novaiorquinos é imensurável.

A Liga Americana teve seu exterminador mas a Liga Nacional não deixou por menos. Campeões em 2008, o Philadelphia Phillies foi o melhor time na temporada regular conseguindo 97 vitórias e 65 derrotas. Problema do Cincinnati Reds que teve apenas 91 vitórias, um número até expressivo perto da campanha do Seattle Mariners que venceu apenas 61 jogos e perdeu 101, afinal era uma campanha que rendeu o título da Divisão Central da Liga e que lhe dava o direito de jogar nos playoffs. Só que eles nem conseguiram jogar, foram atropelados pelo Phillies que venceram três partidas sem perder nenhuma e com direito a um jogo perfeito de Roy Halladay no primeiro embate. Vencer nos playoffs sem perder nenhum jogo da muita força para uma equipe de beisebol, mas vencer três e perder apenas uma também da, caso do San Francisco Giants.
New York Yankees' Alex Rodriguez (L) and team-mates celebrate in the dressing room after the Yankees swept the Minnesota Twins to win the MLB American League Division Series baseball playoffs in New York October 9, 2010. REUTERS/Ray Stubblebine (UNITED STATES - Tags: SPORT BASEBALL IMAGES OF THE DAY)
O Atlanta Braves não chegava nos playoffs desde 2005 e o Giants desde 2003. Nessas horas prevalece o que tem mais saudades e a sua força já foi provada na vitória por 3 a 1, principalmente porque a única derrota foi por apenas um ponto de diferença. Força por tantos anos longe e força por arrasar rivais, qual delas será maior do que a força de uma superação das mais incríveis que poderia ocorrer na Division Series dos playoffs da MLB? O Texas Rangers surgiu em 1961 ainda se chamando Washington Senators, mudou seu nome para o atual em 1972 e além deste ano havia ganho o título da Divisão em 1996, 1998 e 1999, tendo sido derrotado pelo Yankees nas três oportunidades. Desta vez o destino mudou sua vida, o adversário não era o velho carrasco e sim o Tampa Bay Rays, que tinha uma campanha bem melhor na fase de classificação mas que não fez a diferença. Vitória emocionante por 3 jogos e a 2 e a força que precisavam para encarar de igual para igual o grande rival New York Yankees. (Fotos: Ray Stubblebine/Reuters John Sommers/Reuters via PicApp)

1 comentários:

Karla Hack disse...

A vitória, a conquista, só poderia ter gosto de champagne!!!
Você tem um jeito delicioso de falar sobre esporte!

Maravilha!

;D