A importância que tem um gol

20:23 Net Esportes 3 Comments

Argentina's Lionel Messi celebrates after scoring against Brazil during their international friendly soccer match at Khalifa stadium in Doha November 17, 2010. REUTERS/Fadi Al-Assaad (QATAR - Tags: SPORT SOCCER IMAGES OF THE DAY)
Teve início a poucos dias a tão tradicional peregrinação à Meca, uma das cinco obrigações dos Mulçumanos. Pelo menos uma vez na vida o seguidor do Islamismo deve visitar a cidade sagrada, e para os moradores de Doha, no Qatar, não é diferente. Aos que foram boa sorte com os preços altos da viagem que aumenta a cada ano, aos que ficaram e adiaram o compromisso ou já cumpriram com suas obrigações que tal assistir uma partida de futebol? O local é um estádio usado poucas vezes ao longo do ano, o Khalifa International, que em mais uma noite quente na casa das grandes refinarias de petróleo parou para aumentar um pouco mais o seu grande desejo de ser sede do maior campeonato desse esporte no mundo todo. A vontade de ter a Copa do Mundo de 2022 é enorme para os sheiks, mas o sonho de ser palco de um duelo entre Brasil e Argentina já se tornou realidade.

Construído em 1976 e totalmente reformado no ano de 2005, o Khalifa International Stadium tem hoje capacidade de receber um público que pode chegar a até 50 mil pessoas. Na área vip os assentos parecem mais poltronas extremamente confortáveis que poderiam estar em qualquer sala de estar de uma casa para assistir seus progrmas favoritos na TV, em uma delas estava inclusive o ex-jogador Zinedine Zidane, embaixador da campanha árabe para a Copa da próxima década. Faltam ainda 12 anos para a Copa que o país sonha mas se ela fosse hoje esse estádio estaria em totais condições de recebe-la, enquanto que no Brasil não há nenhum local de competição que chegue ao menos aos pés desse, e olha que a Copa no país da América do Sul será em 2014 e não em 2022, e ao invés de jogarem por aqui os países daqui viajam para jogar por lá, países vizinhos e de uma rivalidade imensurável.

A Copa de 2022 vai demorar bastante, a de 2014 não muito e a de 2010 nem faz muito tempo que terminou. Parece que foi ontem o fiasco da França na África do Sul, hoje porém eles ganharam da Inglaterra por 2 a 1. E a Alemanha com seu futebol jovem que encantava? Não passou do zero a zero contra a Suécia. A Holanda perdeu a final em Joanesburgo por 1 a 0 e hoje ganhou de 1 a 0, só que foi conta a Turquia e em um amistoso. A época é para isso mesmo, fazer jogos amistosos para realizar testes com novos jogadores, formar novas Seleções, ver o que podem fazer os novos técnicos. Mano Menezes da Seleção Canarinho jogou três vezes e venceu as três, sem sofrer nenhum gol inclusive, mas nenhum adversário era grande e forte como a Argentina por exemplo. Sergio Batista substitui Maradona e faz o seu primeiro jogo como técnico efetivo dos hermanos, ele precisa mostrar serviço.
Argentina's Lionel Messi reacts during the international friendly soccer match against Brazil at Khalifa stadium in Doha November 17, 2010. REUTERS/Fadi Al-Assaad (QATAR - Tags: SPORT SOCCER)
O jogo é bom mas a rede não balança, alguns nas arquibancadas começam achar que era melhor ter ido até Meca esse ano, apedrejar as colunas que simbolizam satã. A Argentina perdeu Milito machucado mas mesmo assim ainda tem Higuaín lá na frente. O Brasil perdeu Pato também por contusão e ficou sem referência no ataque. Onde estará Luis Fabiano? A Argentina tem Lionel Messi para fazer a bola chegar lá mas ela não chega, o Brasil tem a volta de Ronaldinho Gaúcho para fazer o mesmo só que não tem ninguém lá quando ela chega. Os amigos se abraçam e trocam a camisa no final do jogo, eram de fato as duas grandes estrelas da partida, mas o brasileiro que não jogava na Selelção a um ano e sete meses foi substituído na segundo tempo, enquanto que o ídolo argentino ficou em campo até o final. Até os 46 minutos da segunda etapa quando resolveu sozinho e marcou um golaço, um gol que acabou com um jejum de cinco anos, um gol que o fez vencer o Brasil pela primeira vez em um jogo oficial, um gol que segundo ele da confiança e esperança, um gol determinante que mostra como é importante um gol no futebol. (Fotos: Fadi Al-Assaad/Reuters via PicApp)

3 comentários:

Ron Groo disse...

Eu achei a jogada toda muito parecida com o gol que tirou o Brasil da copa em 90... Sintomático isto.

Net Esportes disse...

@Groo: Talvez pelo 1 a 0 sim, mas em 1990 o Caniggia recebe o passe praticamente já dentro da grande área, dribla o goleiro e aí bate cruzado. Ontem o Messi fez tudo sozinho e chutou de bem mais longe e com muito mais marcação. De qualquer forma valeu pela lembrança !!!!!

Leandro disse...

Um gol que a seleção de Mano Menezes não tomava há três jogos. Mas a seleção não jogou mal não, o gol foi no detalhe. Claro que ficou evidente que Robinho não tem espaço no time titular, além da necessidade de um centroavante, um homem de referência no ataque.
Gostei também da zaga, David Luís e Thiago Silva terão um ótimo futuro na seleção, mas não deixaria um monstro como Lúcio de fora da seleção.
Abração