Falta de Field Goals determinante

13:52 Net Esportes 1 Comments

Michael Vick se senta no banco de reservas, tira o capacete e demonstra todo o seu abatimento. Todos os jogadores do Philadelphia Eagles estão tristes, todos os torcedores que lotaram o Lincoln Financial Field se lamentam assim como todos aqueles fãs que assistiram o jogo pela TV. No entanto, nenhum deles talvez esteja com maior peso na consciência do que o kicker David Akers, o jogador que marcou um field goal no finalzinho do terceiro quarto e que deu ao time os seus primeiros três pontos da noite, o mesmo jogador que errou outros dois chutes de field goal relativamente fáceis e que fizeram seis pontos a menos no placar decretarem a derrota sofrida, triste e que colocou um fim na saga da volta por cima de Vick.

Com seis pontos a mais no placar, o Eagles não precisaria tentar dois pontos quando fez um touchdown indispensável no último quarto, conseguiria ter feito 23 a 21 e não teria sido superado pelo Green Bay Packers por 21 a 16. Nem sempre é possível fazer milagres no final da partida, mas quase que Michael Vick fez novamente. Muito provavelmente ninguém vai crucificar Akers pela derrota, muito menos Vick que já foi perdoado por seus atos. O jogador ficou cerca de um ano preso por promover briga de cães, voltou ao esporte, voltou a mundo da bola oval e acabou dispensado ali e ficando no banco de reservas aqui. Até que um dia, por contusão do titular, teve a chance de voltar, e ficar na posição que jamais deveria ter saído.

Chega ser irônico, mas o Green Bay Packers não conseguiu anotar nenhum field goal. Aaron Rodgers deu conta do recado com três touchdowns vindos de passes precisos para três jogadores diferentes: Tom Crabtree, James Jones e Brandon Jackson. A tarefa de Mason Crosby era apenas anotar os pontos extras. Vick por sua vez era mais alma, mais sacrifício, ele encontrou Jason Avant no início do terceiro quarto e mais tarde, já no último, fez todo o trabalho sozinho, em uma quarta descida, com a corda no pescoço. O Eagles não tinha mais o que fazer a não ser os dois pontos, o seu jogador coloca o pé fora do campo e assim não vale. Depois de consultar o livro de regras com mais de 320 páginas vem a decisão, que são cinco jardas de penalização.

Melhor cinco jardas para trás do que anular a jogada, mesmo assim Vick não consegue os dois pontos em seguida. O tempo no relógio vai passando e não para, os pedidos de tempo acabaram e o sonho de seguir fazendo história após dar a volta por cima terminando para Michael Vick. Apenas 30 segundos de jogo e um lançamento longo para a end zone, ele tenta encontrar Riley Cooper, mas Riley Cooper é um calouro, sem muitas experiência, facilmente marcado por Tramon Williams que faz a interceptação e determina o final do jogo, determina o Green Bay Packers classificado para a próxima rodada dos playoffs e coloca um ponto final na rodada de Wild Card. O próximo adversário do time verde, branco e amarelo será o Atlanta Falcons, e aí fazer field goals será mais do que essencial como teria sido ao Eagles se David Akers tivesse feitos os seus quando teve a chance.

1 comentários:

Vinicius Mayer disse...

Olha, tinha os Eagles como um dos favoritos neste ano. Não imaginava que fossem perder para o Green Bay, que conseguiu vaga nos play-offs apenas na última partida da regular season.
E felizmente não se pode culpar um grande kicker como o Akers pela derrota. Uma partida de futebol americano é muito mais do que apenas um chute.
Foram diversos erros da equipe como um todo e não apenas de Akers, Riley Coopers ou Michael Vick.
Torço agora pelos Falcons e um Super Bowl nunca tido antes (Patriots x Falcons).