E se inverteram os papéis

10:09 Net Esportes 2 Comments

Maria Sharapova eua 2011 tênis musa gata sensualSai Pioline e entre Head, a qualidade da raquete pode fazer a diferença no jogo, mas a marca não é muito relevante, é mais uma forma de se conseguir outro patrocínio, afinal associar a imagem do tenista passará a ser inevitável, principalmente quando se trata de profissionais. Uma nova campanha então é lançada: "What´s your game?" e "What does instintic mean to you?" ou "Qual é o seu jogo?" e "O que instinto significa para você?. Estrelando na primeira chamada a belíssima jogadora russa que deixou a Pioline e passou a jogar com a Head. A musa, a deusa, a maravilhosa Maria Sharapova. A idéia foi muito boa, as vendas provavelmente foram alavancadas e um resultado melhor ainda veio para a jogadora, por causa da nova raquete talvez, ou quem sabe uma pequena inversão de papéis no mundo do tênis.

Muitos atletas profissionais jogam com Head, e um deles é o tenista que estava fazendo uma temporada fantástica em 2011, ganhando tudo que aparecia pela frente e se aproximando do recorde do norte-americano John McEnroe de 1984, que venceu 59 de seus primeiros 60 jogos na temporada. Faltou pouco para Novak Djokovic, muito pouco mesmo, foram 57 vitórias em 59 jogos e um desempenho fantástico bem diferente de outra época que era boa, porém não espetacular. Nessa época o sérvio parecia querer brincar mais do que jogar sério, era conhecido por suas imitações dos outros jogadores dentro da quadra, uma das principais tinha como vítima justamente Maria Sharapova, principalmente por causa dos seus gritos estridentes quando joga, porque chama a atenção brincar com uma atleta tão linda.

Assim a Head não perdeu tempo e fez Novak Djokovic voltar aos velhos tempos. Segunda fase da nova a campanha e quem aparece desta vez é o jogador líder do ranking mundial da ATP, pelo menos seria ele de fato se o mesmo não estivesse revivendo o passado, se não tivesse colocado uma peruca e se não estivesse voltando a fazer uma imitação de Maria Sharapova, uma sátira ao primeiro video da campanha gravado com a jogadora russa. Hoje em dia é diferente dos anos anteriores, Maria entra na brincadeira e manda recados pelo facebook: "Estou um pouco desapontada por você não usar meu vestido" é uma de seuas respostas. A outra resposta vem na quadra, no WTA de Cincinnati, voltando a ser campeã e vendo seu imitador ficar sem taça, afinal foi ele que desejou a troca de papéis entre ambos.

Djokovic não foi derrotado, mas abandonou a final do Masters 1000 de Cincinnati que fazia diante do escocês Andy Murray. Ironicamente, ou não, o sérvio foi obrigado a desistir do jogo devido a dores no ombro, justamente um problema de lesão que deixou Maria Sharapova afastada do circuito feminino por vários meses recentemente. Os tempos difíceis ficaram para trás e Maria hoje joga como Djokovic, não toma conhecimento das adversárias, se recupera mesmo depois de sair perdendo o primeiro set como na final diante de Jelena Jankovic e nem o total do jogo de 110 erros não forçados e 20 duplas faltas com 16 quebras de serviço para os dois lados podem lhe impedir de sorrir novamente. O verdadeiro e belo sorriso de Sharapova e não uma imitação qualquer, pois quem a imita vive um de seus dramas e simplesmente lhe passa a glória de vencer, de faturar o título, de fazer o que faria independente da raquete que está usando. (Foto: Matthew Stockman/Getty Images)

2 comentários:

Poisé, até agora a imprensa n divulgou e n teve uma nota oficial da saída do Fábio Fernandes, mto estranhu, eh esperar...

Eu vi a campanha da raquete Head q vc flw, mto boa... hahaha

Essa semana eu vou postar sobre ela no blog, mto interessante. Vlw pela dica!

Esse texto seu me fez lebrar da música do Dibob, 1 X 0 Eu, o jogo inverteu... rsrsrsrs

A verdade eh q os dois jogam mto e estão jogando mto atualmente pena q o Novak está meia bomba..

Abs..

Net Esportes disse...

@Patrick: O Novak abandonou para não agravar a dor, acho que ele vem 100% no US Open ao contrário do Nadal. A Sharapova também é favorita ao lado da Serena depois da saída da Clijsters. Abs T+.