As chances de Vettel na F-1

08:41 Net Esportes 1 Comments

Sebastian Vettel GP de Cingapura 2011 chances de ser campeao Fórmula 1Dia 14 de novembro de 2010, GP de Abu Dhabi, 19ª e última etapa da Fórmula 1 no ano passado e quatro pilotos na briga pelo título de campeão mundial da categoria máxima do automobilismo. Um equilíbrio bonito de se ver que vinha inclusive sendo rotina nos últimos anos, com vários campeões erguendo o troféu no GP Brasil, etapa que fechava o calendário em 2008 e voltou a ter a mesma honra agora em 2011. E neste ano de 2011 temos ainda cinco pilotos com chances de serem campeões, mas com um pequeno detalhe de que a corrida em São Paulo será apenas no dia 27 de novembro, e um desses concorrentes ao título já pode comemorar amanhã, com nada a menos do que cinco etapas de antecedência.

O único dos quatro que pode ser campeão neste domingo é Sebastian Vettel, o piloto da Red Bull que não estava nem entre os dois com mais chances no ano passado, mas foi justamente o que acabou levando o caneco. Esse ano as coisas são completamente diferentes, o alemão dominou amplamente o campeonato e pode se dar ao luxo de conquistar um título da mesma forma que fazia seu compatriota Michael Schumacher em sua dominante época de Ferrari. Foram poucos os que gostaram do domínio, ainda mais em uma ano onde a disputa na pista se tornou mais competitiva, com muitas ultrapassagens, corridas agitadas e no final quase sempre o mesmo vencedor: Vettel. Agora os contrários são obrigados a engolir, mas provavelmente ainda vão torcer muito contra.

Seis corridas para assegurar o título de bicampeão da Fórmula 1, é muita corrida, muitos pontos e muito equilíbrio entre os rivais, Vettel pode ser campeão até mesmo se não correr nenhuma das corridas que restam. São 112 pontos de vantagem e ele precisa de 125, precisa vencer e torcer para Fernando Alonso não subir no pódio e para que seu companheiro de equipe Mark Webber e o inglês Jenson Button não fiquem na segunda colocação, que nesse caso poderia ser ocupada por Lewis Hamilton, que ficaria sem chances matemáticas. Se ficar em segundo lugar as coisas se complicam um pouco mais, pois o vencedor teria que ser alguém que ainda não venceu esse ano, em uma situação muito atípica, fora do normal, o normal é ver Vettel lá na ponta mesmo.

Na noite de Cingapura, sem faróis no carro, enxergando sempre uma luz no fim do túnel com extrema humildade e uma simpatia cativante. Contra a crítica daqueles que pensavam estarem vendo um equilíbrio enorme na Fórmula 1 de 2011 e viram apenas uma hegemonia que nem o companheiro de equipe de Vettel com o mesmo carro super potente conseguiu acompanhar. Ser campeão com cinco corridas de antecedência seria uma forma de consagrar Sebastian Vettel da forma que ele mais merece, que a Red Bull mais merece por tudo que fez no ano passado e pelo exímio trabalho desenvolvido nesse ano. Porém se não for possível para alegria dos rivais, então não haverá como não acabar tudo no Japão, porque desde o começo o campeão já estava definido, era só uma questão de saber com quantas corridas de antecedência isso se tornaria uma realidade absoluta. (Foto: EFE)

1 comentários:

Luiz Paulo Knop disse...

O mundial acabou e pela primeira vez nos últimos 20 anos ouvi o Galvão falar algo de certo na transmissão: Tirando o Vettel, o campeonato tá emocionante!

Luiz Paulo Knop
http://esporteresenha.blogspot.com